Caixa amplia recursos do Minha Casa Minha Vida e destrava créditos parados - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Financiamento07/11/2017 | 11h01Atualizada em 07/11/2017 | 14h34

Caixa amplia recursos do Minha Casa Minha Vida e destrava créditos parados

Famílias com renda bruta de até R$ 4 mil serão beneficiadas por orçamento suplementar e quem estava esperando para assinar contrato deve ter o crédito destravado

Caixa amplia recursos do Minha Casa Minha Vida e destrava créditos parados Fernando Gomes/Agencia RBS
Prédios do Minha Casa Minha Vida em Canoas Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

A Caixa Econômica Federal anunciou a liberação suplementar de mais de R$ 8,7 bilhões para o crédito imobiliário. Os recursos são do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Com essa suplementação, a Caixa diz que terá recursos suficientes para normalizar o ritmo de contratações do programa Minha Casa Minha Vida para famílias com renda familiar bruta mensal de até R$ 4 mil.  

Leia mais
Minha Casa Minha Vida: beneficiários podem pagar prestação em lotéricas
Governo cumpre só 27% da meta do Minha Casa Minha Vida, e atraso maior em imóveis de baixa renda
Minha Casa Minha Vida puxa expansão do mercado imobiliário no primeiro semestre

Em nota, o banco também informou que vai dar andamento às propostas de crédito habitacional aprovadas com o percentual de financiamento podendo atingir até 80% e que estavam paradas, à espera de recursos antes da exigência de 50% do valor de entrada para imóveis usados, em setembro. Segundo a instituição, as condições serão mantidas e prorrogadas até o fim deste mês de novembro. Havia queixas de clientes de que os contratos de crédito habitacional, mesmo com carta de financiamento aprovada, estavam parados devido à falta de recursos.

Já as avaliações dos imóveis em garantia ao crédito de pessoa física que tiveram sua validade expirada durante o período de transição serão renovadas automaticamente até o final do ano, garantindo a continuidade dos financiamentos.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros