Carreira: dicas para aproveitar seus pontos fortes e não ficar parado - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Emprego01/11/2017 | 10h23Atualizada em 01/11/2017 | 10h23

Carreira: dicas para aproveitar seus pontos fortes e não ficar parado

Conhecer a si mesmo é fundamental, explica Fabio Eltz, consultor da Integração Escola de Negócios

Carreira: dicas para aproveitar seus pontos fortes e não ficar parado Pexels/Pexels
Foto: Pexels / Pexels

É comum o empregado, após alguns anos, se sentir inquieto caso não surja alguma promoção em seu trabalho. Evoluir na carreira é uma aspiração dominante, mas para entender quais são os melhores caminhos a seguir e se preparar para conseguir uma promoção ou encontrar melhores vagas em outras empresas, conhecer a si mesmo é fundamental, como explica Fabio Eltz, consultor da Integração Escola de Negócios. Confira o que diz o especialista. 

Leia mais
Taxa de desemprego no 3º trimestre foi a menor desde o 4º tri de 2016, diz IBGE
4,5 mil vagas nos concursos de Bombeiros e BM: veja como se inscrever
Prefeitura de Mata abre concurso com oportunidades para 29 áreas

Qual a importância de conhecer os próprios pontos fortes e as fraquezas para conseguir crescer na carreira?

Autoconhecimento é um processo chave no desenvolvimento e expansão das capacidades. Quando se conhece suas emoções, reações, preferências, objetivos e valores, você tende a tirar proveito do que é forte. E, naturalmente, transmite isso para os outros na busca de oportunidades. Investir nos seus pontos fortes é sempre mais proveitoso para a carreira. 

Como fazer um diagnóstico de quais as próprias potencialidades e fraquezas?

A reflexão é um bom caminho para uma clara e honesta avaliação. Pensar nos principais acertos e sucessos no trabalho ajuda a identificar em que você é bom. O contrário serve para descobrir os pontos fracos. Com uma boa análise crítica, fica fácil lembrar-se das atividades em que você se saiu melhor, aquelas em que os outros elogiaram. E também as que te trouxeram prazer de fazer. Vale conversar com pessoas amigas no ambiente profissional e pedir um feedback franco.

E como colocar essas conclusões em prática e monitorar quais resultados ela têm trazido?

Precisa disciplina para manter foco no desenvolvimento de pontos fortes e esforço para neutralizar os pontos fracos. Fazer um plano comportamental ajuda muito. Algo como identificar as atitudes que serão melhoradas em determinado aspecto e acompanhar se o objetivo foi cumprido ou não. Se podemos aprender sobre tanta coisa, temos a capacidade de aprender sobre nosso próprio comportamento. Registrar as pequenas ações de melhoria estimula a continuar o desenvolvimento pessoal.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros