Carteira de trabalho digital: veja como fazer em passo a passo - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Documento30/11/2017 | 11h09Atualizada em 30/11/2017 | 11h09

Carteira de trabalho digital: veja como fazer em passo a passo

Possibilidade está disponível em aplicativo do Ministério do Trabalho, que também permite solicitar o documento físico

Carteira de trabalho digital: veja como fazer em passo a passo Cleber Gomes/Agencia RBS
Foto: Cleber Gomes / Agencia RBS
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

Foi disponibilizada recentemente a Carteira de Trabalho Digital. Por meio dela, é possível consultar informações de qualificação civil e de contratos de trabalho que hoje constam na carteira de trabalho em um aplicativo no smartphone. O app foi desenvolvido pelo Ministério do Trabalho e Dataprev. Pode ser baixado nos sistemas Android e iOS e funciona como extensão do documento em papel.

Na mesma ferramenta, é possível solicitar a primeira ou a segunda via da carteira de trabalho física, que continuará existindo e será o documento oficial do trabalhador. 

Passo a passo para usar o aplicativo

1. Entre na loja de aplicativos do telefone e procure "CTPS Digital". Faça download do aplicativo. Aparece assim na loja de aplicativos para Android:

Foto: Google Play Store / Reprodução

2.  Ao abrir o aplicativo, o usuário vê o símbolo do Ministério do Trabalho. A próxima tela tem os informes:

Foto: CTPS Digital / DataPrev

3.  Em seguida, aparecerá uma tela com três opções (Entrar, Solicitar CTPS e Perguntas Frequentes).

Foto: CTPS Digital / Reprodução

4. Clicando em "Entrar", o usuário é redirecionado para uma janela fora do aplicativo, no navegador de internet do celular. É uma tela de autenticação do cidadão.br. 

Foto: Reprodução / Reprodução

5. Preencha as informações e clique em "Entrar", caso já tenha senha. Se não tiver cadastro na plataforma, clique em "Cadastre-se".

Foto: Reprodução / cidadao.br

6.  Para novos cadastros, será necessário informar dados pessoais (CPF, nome, data de nascimento, nome da mãe, Estado de nascimento (se for nascido no Exterior, a opção será "Não sou brasileiro"). Essas informações serão validadas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Caso estejam corretas, o trabalhador será direcionado a responder um questionário com cinco perguntas sobre seu histórico de trabalho, como locais onde já trabalhou, tempo de contribuição e benefícios recebidos. 

É preciso responder corretamente pelo menos quatro das cinco perguntas. Em seguida, o trabalhador receberá uma senha provisória que deverá ser trocada no primeiro acesso. Caso o usuário não acerte as respostas, terá de aguardar 24 horas para uma nova tentativa ou entrar em contato pelo telefone 135, do INSS, para auxílio.

7. Feito o cadastro, o usuário novo recebe uma senha provisória, numérica.  Será preciso entrar no aplicativo com ela e elaborar uma nova senha, com no mínimo nove caracteres, letras maiúsculas e minúsculas, número e caractere especial. Depois disso, o aplicativo pede autorização para usar as informações do sistema cidadao.br. Clique em "Autorizo".

Foto: Reprodução / cidadao.br

8. O usuário será redirecionado ao aplicativo CTPS Digital, onde estará logado no sistema. Devem aparecer nome completo, PIS/Pasep e número da carteira para quem já tem o documento. Também estarão visíveis os contratos de trabalho vigentes e anteriores, assim como a carteira de trabalho de papel. Nesta tela, os dados estarão preenchidos:

Foto: CTPS Digital / Reprodução

Para que o documento seja lido apenas por sistemas do Ministério do Trabalho, a carteira de trabalho digital aparece como um QR Code, que pode ser encontrado na terceira aba:

Foto: CTPS Digital / Reprodução

Como pedir a carteira de trabalho física pelo app

1. Antes de fazer login, é possível clicar em "Solicitar CTPS", na segunda opção. Estão disponíveis os serviços de primeira e segunda vias do documento físico.

Foto: CTPS Digital / Reprodução

2. O usuário será direcionado para esta tela e, em seguida, preencherá o formulário de pré-cadastro, que é válido por 30 dias. Depois, será preciso comparecer a um posto de atendimento para validar as informações e formalizar o pedido do documento. Para conferir onde são os postos de atendimento do Ministério do Trabalho, clique neste link.

Foto: CTPS Digital / Reprodução


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros