Credores da Oi têm até quinta-feira para fechar acordo financeiro - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Negociação29/11/2017 | 12h53Atualizada em 29/11/2017 | 12h53

Credores da Oi têm até quinta-feira para fechar acordo financeiro

Podem participar pessoas e empresas listadas em relação publicada em maio e que têm até R$ 50 mil a receber

Credores da Oi têm até quinta-feira para fechar acordo financeiro Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

Credores da Oi têm até esta quinta-feira (30) para fechar acordo com a companhia. Inicialmente com prazo até outubro, quando ocorreria a Assembleia de Credores, o Programa para Acordo com Credores foi retomado em 16 de novembro. Podem participar pessoas e empresas que têm até R$ 50 mil a receber, incluindo ex-funcionários, clientes com causas vencidas na Justiça e prestadores de serviços que constem da Relação de Credores do Administrador Judicial, publicada no edital de 29 de maio de 2017, que pode ser acessado neste link.

Até agora, a Oi pagou pouco mais de R$ 31 milhões a mais de 3 mil credores do Rio Grande do Sul que aderiram ao Programa – no total, são aproximadamente 5,5 mil credores no Estado.

Leia mais
Oi convoca credores para acordo; avalie se é uma boa para você
Operadoras de telefonia dizem que legislação de Caxias dificulta ampliação de cobertura no interior
Minuta de mudanças na lei de recuperação judicial deve atender demanda de bancos

Quem não aderir terá de aguardar a decisão da Assembleia de Credores, que foi remarcada para 7 de dezembro, e se submeter às condições de pagamento que ainda serão votadas. E se não houver a aprovação do plano, esses credores entrariam na fila para receber da massa falida.  Ao todo, 33 mil credores se cadastraram na plataforma eletrônica para receber valores de até R$ 50 mil. Dos cerca de 55 mil credores do processo de recuperação judicial da companhia no país, aproximadamente 53 mil têm até R$ 50 mil a receber. 

Quem tem mais de R$ 50 mil a receber está fora do programa e terá de aguardar a aprovação do Plano de Recuperação Judicial, conforme a assessoria da Oi.

O pagamento é feito em duas parcelas. A primeira, igual a 90% do valor devido, será depositada em até 10 dias úteis depois da assinatura do acordo. Os 10% restantes são pagos em até 10 dias úteis depois da homologação do Plano de Recuperação Judicial, que vai ser votado na Assembleia Geral de Credores. 

O programa para acordo com credores da Oi

- É para pessoas e empresas que constam da Relação de Credores do Administrador Judicial, publicada no edital de 29 de maio de 2017. Para saber se está na Relação, é preciso entrar neste site e digitar seu nome (ou Razão Social, em caso de empresas) e CPF ou CNPJ.
- Os credores listados devem acessar este site e preencher as informações solicitadas.
- O site mostrará todos os termos da proposta e os documentos que deverão ser apresentados no momento do acordo. A pessoa, então, terá a opção para agendar um horário para a assinatura do termo de acordo em uma das centrais de atendimento disponíveis.
- Quem já se cadastrou na plataforma e teve toda a documentação aprovada será informado sobre a negociação por e-mail, ligação telefônica e/ou SMS.
- Os credores deverão comparecer pessoalmente para a assinatura do termo, acompanhados de seus respectivos advogados cadastrados na plataforma, sempre que tiverem advogados no processo.
- Quem não aderir ao programa terá de se submeter às condições do Plano de Recuperação Judicial. Se ele for rejeitado pela Assembleia, o credor terá seu crédito habilitado no montante devido pela massa falida. 

As condições

- Para o credor que tem crédito inferior ou igual a R$ 50 mil, o programa prevê o pagamento em duas parcelas.
- A primeira, correspondente a 90% do valor, acontecerá em até 10 dias úteis após a assinatura do termo de acordo. Os 10% do crédito restantes serão pagos em até 10 dias úteis após a homologação do plano de recuperação judicial.
- Os valores serão depositados em conta bancária. Caso não possua uma, o credor poderá receber na conta de terceiros mediante cessão de crédito ou autorização ou, ainda, por meio de ordem de pagamento bancária em nome do credor.
- Em caso de processos com depósito judicial, os valores depositados serão liberados em adiantamento ao credor, mediante expedição de alvará no processo de origem.
- Quem tem mais de R$ 50 mil a receber está fora do Programa de Acordo e terá de aguardar a aprovação do Plano de Recuperação Judicial. 

Onde buscar ajuda

- Dúvidas e mais informações sobre o Programa podem ser obtidas no site da Recuperação Judicial da Oi.
- Endereço do Centro de Atendimento do Programa para Acordo com Credores em Porto Alegre (RS): Avenida Borges de Medeiros, 512. Funciona nos dias úteis, das 9h às 17h.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros