Magali Moraes escreve sobre as pessoas com ideia fixa - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga05/11/2017 | 15h52Atualizada em 05/11/2017 | 15h52

Magali Moraes escreve sobre as pessoas com ideia fixa

 

A escritora e publicitária Magali Moraes é a nova colunista do Diário Gaúcho. Ela vai escrever a Coluna da Maga, todas as sextas-feiras.
Foto: Miguel Neves / Divulgação

E quando você vai conversar com alguém e essa pessoa tem fixação por determinado assunto? Só fala daquilo. Cansativo! Com tantas coisas diferentes acontecendo no mundo, por alguma razão ela se limita a divagar sobre um único tema com você. Talvez tenha separado um assunto pra interagir com cada conhecido. Nunca saberemos. O fato é que, se depender dela, vocês vão conversar eternamente sobre algo que só ela ainda aguenta ouvir. Tente mudar o rumo da conversa (siga tentando, não desista!!). A pessoa vai dar um jeito de voltar pro papinho de sempre.

E vai ser assim cada vez que vocês se encontrarem. Uma ideia fixa não permite diálogo. É um monólogo onde um fala e o outro resmunga aham (enquanto pensa em como sair de fininho). Deve ter um ímã criando um campo magnético que prende essa pessoa a um mesmo assunto. Trabalho, trabalho, trabalho. Apenas política. A obsessão por algum esporte. Comida, comida, comida. Nunca uma combinação de três ou mais assuntos, como é costume numa conversa entre humanos.

Leia outras colunas da Maga

Insistência

Será que a tal pessoa se dá conta disso? Tenho minhas dúvidas. Bem que podia rolar um sincerão, caso vocês tenham intimidade. Olhe pra ela e vá direto ao ponto: "pelamor, muda de assunto que não dá mais pra conversar!". Ou então deixe um bilhetinho, como quem não quer nada. Pensando aqui com os meus botões, provavelmente essa insistência tem uma razão: a pessoa quer te mostrar que entende daquilo, quer te impressionar. Por isso a ideia fixa.

Se numa conversa já é difícil achar novos assuntos, na hora de escrever complica. Eu procuro variar bastante os temas das colunas. Mas você pode achar o contrário. Que estou sempre falando das mesmas coisas, filhos, comida, casa, música, gente querida. Aiaiai. Logo alguém vai dizer que o cotidiano é a minha ideia fixa. Lá vou eu garimpar assuntos fresquinhos. Se semana que vem eu escrever sobre futebol, você já sabe.




 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros