Você também pode promover um Natal do Bem na sua comunidade - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Solidariedade27/11/2017 | 10h00Atualizada em 27/11/2017 | 10h00

Você também pode promover um Natal do Bem na sua comunidade

Banco de Alimentos recolhe doações superiores a 100kg

Muita gente não sabe que pode fazer um Natal do Bem pertinho de casa, no trabalho, na faculdade ou na associação de bairro. O Bando de Alimentos do Rio Grande do Sul estimula confraternizações de final de ano que multipliquem as doações de alimentos. A Associação dos Moradores da Bela Vista, Mont Serrat e Boa Vista (Amobela), na Capital, percebeu isso e incluiu a campanha Natal do Bem, do Grupo RBS, na programação de eventos em praças da região.

Leia mais
Campanha Natal do Bem, do Grupo RBS, arrecada doações para o Banco de Alimentos
Desempregado acha carteira com R$ 2 mil e ganha emprego como recompensa
Natal do Bem: em ONG de Porto Alegre, doação de alimentos ajuda aposentados

– Vimos o lançamento da campanha na RBS TV e logo pensamos em nos juntar, começando a fazer contatos. E aconteceu no dia 15 de novembro, na Praça da Encol, no nosso Amobela's Day. Era já 20h, a gente tentando encerrar o evento e ainda tinha gente chegando para doar alimentos – comemora o presidente da Amobela, Luiz Felipe Ranzolin Irigaray.

Condomínios podem ajudar

Somente naquele dia, foram 650kg de alimentos não perecíveis recolhidos. É possível seguir o exemplo da Amobela e fazer a sua própria edição da campanha. Pode pedir doação de alimentos para doação como ingresso simbólico daquela festa de final de ano na família, na empresa ou no clube. Ou, ainda, definir um período de coleta de alimentos em um desses locais. Para arrecadações a partir de 100kg, o Banco de Alimentos promete agendar a busca das doações.

Evento na praça da Encol, recolhimento para o Natal do Bem no dia 15/11De pé, esq para direita: Gilmar é Gilmar Ximenes Luz, gerente operacional do Banco de Alimentos, Luiz Felipe irigaray, presidente da Amobela, e Paulo Renê, presidente do Banco de Alimentos.Sentadas, esq para direita: Lucelene Navarro, gerente administrativo financeiro da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais da FIERGS e voluntárias.
Evento da Amobela arrecadou 650kg de alimentosFoto: Divulgação / Banco de Alimentos

– Uma outra sugestão é os condomínios se mobilizarem para arrecadar alimentos. Eu estava pensando nisso lá na Praça da Encol, olhando para aqueles prédios. Imagina o quanto cada prédio poderia recolher – sugere o presidente-voluntário da Rede Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul, Paulo Renê Bernhard.

Segundo ele, até quarta-feira passada (22), o Natal do Bem já recolheu mais de 77 toneladas de alimentos. A expectativa, mais do que nunca, é superar 2016, quando foram arrecadadas 111 toneladas. A mobilização tem superado as expectativas.

– É impressionante como as pessoas se mobilizam e querem nos ajudar. Basta criar a oportunidade que as doações chegam. Os trabalhadores nas empresas podem se mobilizar também, não precisam esperar pelo chefe para estimular a coleta de alimentos – estimula Bernhard.

Campanha Natal do Bem

Saiba onde e como doar na Região Metropolitana

Em Porto Alegre, são três pontos de arrecadação das doações até o dia 6 de janeiro de 2018:
– Sede do Grupo RBS (Avenida Erico Verissimo, 400, bairro Azenha)
– Sede da RBS TV (Rua Rádio e TV Gaúcha, 189, bairro Santa Teresa)
– Banco de Alimentos Porto Alegre (Avenida Francisco Silveira Bitencourt, 1.928, bairro Sarandi)

Região Metropolitana
– Banco de Alimentos Canoas (Rua Expedicionário, 182, bairro Nossa Sra. das Graças)
– Banco de Alimentos Cachoeirinha (Avenida das Indústrias 750, Prédio 2, Distrito Industrial)
– Banco de Alimentos Alvorada (Rua  Maria do Carmo, 197 bairro Bela Vista)
– Banco de Alimentos Gravataí (Avenida Centenário, 87, bairro Passo das Pedras)

No Interior
Há postos de arrecadação nas sedes das emissoras da RBS TV
– Em Gramado, uma árvore de Natal do Jornal do Almoço está localizada na Rua Coberta, em frente ao Palácio dos Festivais, para receber as doações

O que doar?
Qualquer tipo de alimento não perecível (por exemplo, arroz, feijão, farinha, açúcar).

Horário de atendimento
– De segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Bando de Alimentos busca
– Para arrecadações superiores a 100kg, o Banco de Alimentos busca as doações.
– Para agendar o recolhimento, ligue para os telefones  (51) 3026-8020 ou 3026-8021, em horário comercial. 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros