Centros de registro interrompem atendimento por instabilidade no sistema do Detran - Notícias

Versão mobile

Automóveis08/12/2017 | 17h54Atualizada em 08/12/2017 | 17h54

Centros de registro interrompem atendimento por instabilidade no sistema do Detran

Cerca de 30% dos CRVAs do Estado estavam com dificuldades em acessar o sistema

GaúchaZH
GaúchaZH

Alguns dos Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVAs) no Estado interromperam o atendimento nesta semana em razão de instabilidade no sistema fornecido pelo Detran-RS. Conforme o Sindicato dos Registradores Públicos do Estado (Sindiregis), aproximadamente 30% dos mais de 300 CRVAs no Rio Grande do Sul estavam com dificuldades em acessar o sistema para realizar operações como transferências de veículos, atualização de endereços e troca de placas. Estas unidades passaram a ser orientadas pelo Sindiregis e pela Associação dos Registradores das Pessoas Naturais do Rio Grande do Sul (Arpen-RS) a interromper o serviço caso não haja condições técnicas de trabalho.

— Os consumidores exigem, com toda razão, que façamos com agilidade nosso trabalho, mas o sistema não tem permitido, então achamos melhor fechar até que o sistema volte a funcionar — justifica  Carlos Fernando Reis, presidente do Sindiregis.

Leia mais
Detran-RS autoriza início de curso a distância de reciclagem para motoristas
Anfir: emplacamentos de janeiro a novembro caem 5,26% ante igual período de 2016
Leilão do Detran tem Saveiro a partir de R$ 19,7 mil em Porto Alegre 

De acordo com Reis, cada CRVA atende de 300 a 450 pessoas por dia no interior do Estado, número que chega a quase 1 mil por unidade na Capital. Em Porto Alegre, são seis postos, sendo que três interromperam o atendimento nesta sexta-feira (8), conforme o Sindiregis: os localizados na Avenida Campos Velho e nas ruas Dona Alzira e Moura Azevedo. A queixa é que os computadores dessas unidades não conseguem acessar o sistema do Detran, o que tem gerado filas e reclamações. 

— Estamos priorizando os procedimentos de transferência, mas outros casos, como a troca de placas, não estão sendo atendidos. 

O Detran reconhece que, pela manhã, três CRVAs em Porto Alegre estiveram fora de operação e mais sete no Interior. Entretanto, o órgão informa que foi feita uma melhoria técnica às 14h, e então todos os problemas foram resolvidos. 

Mas não é o que dizem os CRVAs. Reis afirma que a mudança do Detran resolveu parcialmente o problema, mas muitas unidades permanecem com pelo menos metade dos computadores sem condições de acessar o sistema. A reportagem solicitou esclarecimento ao Detran sobre essa nova reclamação, e ainda aguarda retorno. 


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros