Magali Moraes escreve sobre a festa da firma - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga06/12/2017 | 14h49Atualizada em 06/12/2017 | 14h49

Magali Moraes escreve sobre a festa da firma


A escritora e publicitária Magali Moraes é a nova colunista do Diário Gaúcho. Ela vai escrever a Coluna da Maga, todas as sextas-feiras.
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Não é só a cantora Simone que volta triunfante a cada Natal. A festa de final de ano, também. Tem mais é que comemorar o trabalho suado. Isso ajuda a motivar o pessoal e agradecer o empenho. O tamanho da festa vai ser proporcional ao dindim que sobrou. Uma coisa é certa: bebida e arrependimento não vão faltar. Antigamente, todo mundo se divertia tranquilo na festa da firma. No dia seguinte, era só administrar algumas fotos constrangedoras que ficavam restritas ao ambiente corporativo.

Em tempos de redes sociais, celulares poderosos e senha liberada do wi-fi, o mico é compartilhado em tempo real. Quando você chegar em casa, sua batata já terá assado. Sinto informar que Neosaldina e litros d'água não fazem milagre. Pra evitar dor de cabeça, divirta-se lembrando que o céu não é o limite. Posso dar um conselho? Respeite a vergonha alheia. Agora drama mesmo é quando tem amigo secreto e a gente tira justo o chefe. Adeus, décimo terceiro! 

Leia outras colunas da Maga 

De fininho

A história da minha vida é sair à francesa dessas festas. O famoso sair de fininho. Meu interesse termina mais rápido que o gelo. Eu realmente não sou uma pessoa da noite. Fico só pensando no meu travesseiro, tão fofinho e gostoso. Tenho uma teoria: vá, seja visto e vaze. O aconchego do lar te espera, onde a bebida também é liberada mas você pode circular de pantufas e deitar mais cedo. Colegas, não me levem a mal. Meu DNA é caseirinho. 

E quando a festa da firma inclui piscina? Que a Nossa Senhora do Culote ajude. Sorte de quem estiver com o corpinho em dia. Tô pensando em ir de long, aquela roupa de neoprene que surfista usa e cobre tudo. Nenhum chapéu de palha charmoso vai resolver a vida. Burca seria uma opção, mas não é politicamente correto. A todos os leitores CLT ou PJ, eu desejo uma boa festa! Que a firma capriche nos comes e bebes. Que os discursos empolguem tanto quanto o DJ. E que o dia seguinte seja um exemplo de coleguismo.  




 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros