Manoel Soares e o verdadeiro valor de um presente de Natal - Notícias

Versão mobile

 

Papo Reto23/12/2017 | 08h00Atualizada em 23/12/2017 | 08h00

Manoel Soares e o verdadeiro valor de um presente de Natal

Ver amor só em presentes é estar ausente

Manoel Soares e o verdadeiro valor de um presente de Natal Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

O que nós queremos demonstrar no Natal? O que desejamos provar para as pessoas que amamos? Será que o amor que sentimos é tão pequeno que a gente precisa entregar um presente para dizer o quanto elas são importantes? Isso não fica claro em nossos atos?

 Será que a gente precisa se endividar em cartões de crédito com juros altíssimos só para  tentar demonstrar amor? O que um pacote embrulhado vai dizer que os nossos atos não disseram? Onde foi que a gente errou? 

Leia outras colunas do Manoel Soares

Acho que responder a estas perguntas é fundamental antes de entrar numa loja. Não sou contra presentes de Natal, sou contra esta onda que faz o amor ser secundário, escolher o mais caro, às vezes, para tentar remediar a ausência de um abraço ou beijo. Ver amor só em presentes é estar ausente. 

O que importa não é o preço e, sim, os valores, porque, muitas vezes, o que é caro para o bolso só tenta compensar o valor que o coração não sente. Um botijão de gás cheio é presente, comida na mesa também. Uma conta de luz paga é presente, assim como um teto sobre a cabeça.

Talvez, alguém não possa comprar um presente para você agora porque te deu presentes o ano todo. Presente de Natal é estar presente na vida.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros