No embalo de Anitta, veranistas gaúchas derrubam o tabu da celulite - Notícias

Versão mobile

 

Do clipe para a areia29/12/2017 | 14h53Atualizada em 29/12/2017 | 14h53

No embalo de Anitta, veranistas gaúchas derrubam o tabu da celulite

Cantora estimulou a autoconfiança e incentivou mulheres a assumirem os furinhos sem medo

No embalo de Anitta, veranistas gaúchas derrubam o tabu da celulite Isadora Neumann/Agencia RBS
Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS
Jéssica Rebeca Weber
Jéssica Rebeca Weber

jessica.weber@zerohora.com.br

Magali de Mattos vestiu uma saída de praia encorpada ao ir à beira-mar de Capão da Canoa, para esconder a celulite. Mas logo abandonou a vergonha. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

— A Anitta tem, então eu também posso ter — decidiu, revelando o biquíni, a operadora de caixa de 25 anos.

Ao mesmo tempo em que Vai Malandra ecoa nas caixas de som espalhadas pelo Litoral, o clipe reverbera na cabeça das mulheres – mais especificamente, os 11 segundos em que a cantora carioca ostenta os furinhos no bumbum. Proibindo que os retocassem na edição do vídeo, ela flertou com a autoconfiança do público feminino. E ganhou mais uma fã – Magali:

 CAPÃO DA CANOA, RS, BRASIL - 28/12/2017 - Matéria que fala sobre como as mulheres se sentem em relação aos seus corpos depois que a cantora Anitta mostrou celulite em clipe. Na foto, Magali de Mattos, 25 anos, operadora de caixa. (Isadora Neumann/Agência RBS)
Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS

— Eu comecei a gostar da Anitta. Agora, ela mostrou a mulher brasileira.

Magali tem razão ao sustentar que, na cena, Anitta representou as mulheres. Aproximadamente 95% têm celulite, de acordo com o coordenador do Departamento de Cosmiatria Dermatológica da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Daniel Dal'Asta Coimbra. Dieta equilibrada, exercícios físicos e tratamentos ajudam, mas as 5% que podem se dizer livres da "lipodistrofia ginoide" provavelmente foram contempladas com fatores genéticos.

— Muitas vezes, o que mostram nas revistas são peles que não existem, bumbum sem celulite, ninguém tem estria. E a gente sabe que isso é impossível — diz o especialista, elogiando a iniciativa da Anitta.

A escritora Clara Averbuck também acredita que mulheres, acostumadas em ver na mídia corpos manipulados digitalmente ou por plástica, se viram refletidas na cantora:

— Ninguém se enxerga no corpo das meninas que são vendidas quase que como uma mercadoria de um padrão de beleza. A discussão é sobre a pressão que os corpos sofrem constantemente, a ponto de três furinhos de celulite causarem o que causaram.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

A escritora destaca que a Anitta é uma empresária de visão: aposta que ela sabia que haveria repercussão. Ao lembrar de uma frase de Naomi Wolf – "uma cultura obcecada por magreza feminina não é obcecada pela beleza da mulher, mas sim pela obediência feminina" –, teoriza que a artista demostrou insubordinação às exigências que recaem sobre as mulheres:

— A gente tem que ampliar nosso padrão de beleza.

"A mulher é maravilhosa tendo celulite igual"

 CAPÃO DA CANOA, RS, BRASIL - 28/12/2017 - Matéria que fala sobre como as mulheres se sentem em relação aos seus corpos depois que a cantora Anitta mostrou celulite em clipe. Da esquerda para a direita: Patricia Seger de Souza, Caroline Arenhardt, Daiane Hartmann, Fabiana Zanin, Tamara Potrich, Saiuri Zanardi, Caroline Felicetti e Viviane Ribeiro. (Isadora Neumann/Agência RBS)
Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS

Em 12 dias, o clipe de Vai Malandra teve mais de 73 milhões de visualizações no YouTube. A celulite foi apenas uma das discussões provocadas – incluindo um debate sobre sua veracidade.

Não existe bunda perfeita. Ela mostrou isso: podem mostrar, que eu também tenho celulite.

CAROLINE FELICETTI

Educadora física

— Eu aposto que não é dela — disse Caroline Felicetti, 24 anos, educadora física de Guaporé, levantando a polêmica entre amigas na praia de Atlântida. 

Alguns passos adiante na areia, a vendedora Viviane Ribeiro, 32, de Marau, gerou uma reação de espanto e quase de indignação quando confidenciou que não assistiu ao clipe. 

— Tu não viu??? — gritou Fabiana Zanin, 27, cabeleireira no mesmo município.

— Não vi porque sei que ela tem (celulite), que todo mundo tem. É nosso, é da mulher, e a mulher é maravilhosa tendo celulite igual — justificou a vendedora.

Na avaliação de Viviane, homem não dá a mínima para as covinhas na pele. Na praia de Capão da Canoa, o bancário Edgar Feijó, 31, acredita que são as mulheres que julgam a si mesmas: 

A Anitta deixa a gente confortável, entendeu? Por ela ter dinheiro e por ter celulite. Podia fazer qualquer tipo de estética.

FABIANA ZANIN

Cabeleireira

— O homem vê a mulher como um todo, enquanto elas se atêm mais aos detalhes. 

Foi sua esposa, Thaís Azolini, 34, que lhe mostrou o vídeo da Anitta. Ela define a decisão de Anitta de exibir a celulite no clipe como "empoderamento feminino":

— Ninguém é perfeito, então a gente não precisa se esconder.

Mas o que é a celulite?

É o depósito de gordura sob a pele. O tecido adiposo ou hipoderme (região mais profunda da pele) é dividido por feixes verticais. Esses septos fibrosos dividem a gordura que liga a pele à camada mais inferior, como se aprisionasse ela em compartimentos. Quando a pessoa varia de peso, as células de gordura aumentam de tamanho, porém os septos se mantém inalterados, causando depressões pontuais onde estão presentes. Isso gera o aspecto ondulado na superfície da pele.

Nos homens esses septos são oblíquos, o que diminuiu a incidência de celulite na população masculina.

FONTE: SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho  


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros