Conheça a nova corte e veja a programação do Carnaval na Capital - Notícias

Versão mobile

Prontos para a folia20/01/2018 | 07h00Atualizada em 20/01/2018 | 07h00

Conheça a nova corte e veja a programação do Carnaval na Capital

Com a escolha do trio, foi dada a largada para programação carnavalesca em Porto Alegre

Conheça a nova corte e veja a programação do Carnaval na Capital Fernando Gomes/Agencia RBS
Daniela, Byra e Thauana representarão o Carnaval de Porto Alegre em 2018 Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O Carnaval 2018 de Porto Alegre foi aberto oficialmente, nesta semana, com a escolha da Corte representante da folia na Capital. Depois de duas tentativas em anos anteriores, o cozinheiro Ubirajara Borba da Silva, conhecido como Byra Borba, 37 anos, conquistou a coroa de Rei Momo. Ao lado dele, a rainha e a princesa escolhidas têm 21 anos e ambas estudam Direito. 

Representante da Praiana, Daniela Matos Reichembach foi eleita pelo voto popular, depois de empatar no concurso com Thauana Costa de Lucena Gouvêa da Silva, da Estado Maior da Restinga, que assume o título de princesa. Conheça a nova Corte.

Leia mais:
Fora de época e sem dinheiro da prefeitura: veja como será o Carnaval de Porto Alegre
Renato Dornelles e a agenda do samba

Byra, o Momo amante da folia
Ubirajara Borba da Silva
37 anos
Cozinheiro
Natural de Guaíba
Mora em Porto Alegre
Altura: 1,89cm
Peso: 125kg

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 18-01-2018. Corte do Carnaval 2018 no estúdio da Atlântida. Rei Momo - Ubirajara Borba - Byra Borba; Rainha - Daniela Matos Reichembach; e Princesa - Thauana Costa de Lucena Gouvêa da Silva. (FERNANDO GOMES/AGÊNCIA RBS)
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O cozinheiro Byra Borba, como é conhecido entre os carnavalescos, respira samba desde o nascimento, garante ele. Natural de Guaíba, cresceu no barracão da Império Serrano, escola tradicional da cidade. Na fase adulta, se transferiu para a Tradição, outra agremiação importante da região. No ano passado, o amor da infância bateu mais forte, e ele voltou a fazer parte da Império — depois de 25 anos afastado. 

Antes, porém, já morando na Zona Norte de Porto Alegre, a menos de 1km do Porto Seco, passou a fazer parte da escola de samba Copacabana, onde foi diretor de destaque, aderecista e carnavalesco. 

— Só não fui o presidente — conta, aos risos. 

Persistência
Desde 2003, Byra é integrante da Imperatriz Dona Leopoldina, na Capital. Em 2009, tentou pela primeira vez a coroa da Corte. E, mesmo não sendo eleito, não desistiu. Tentou mais uma vez em 2015, e também foi derrotado. Nem assim, Bira deixou de lado o sonho de se tornar rei de Porto Alegre durante o Carnaval. A recompensa veio neste ano, quando competiu com adversários experientes, como Otávio Frota Junior, o Frotinha, que já havia reinado por oito anos na cidade. 

— Será uma honra demonstrar na Avenida todo o meu amor por esta arte que movimenta a economia local no período das férias, ao contrário do que muitos dizem. Os empresários precisam olhar para a cultura e perceber que ela também tem importância no contexto econômico da cidade — sustenta. 

Byra garante fazer qualquer esforço para o Carnaval seguir vivo em Porto Alegre, apesar da escassez de recursos nos últimos anos. Tanto que decidiu ficar sem emprego fixo no início deste ano para dedicar-se exclusivamente à Corte neste período. 

— Amamos a possibilidade de trabalharmos com a arte. Se tiver que carregar água em cesto, a gente vai levar. O importante é não pararmos e fazermos o impossível para que o desfile ocorra neste ano — afirma Bra.

Daniela, a rainha apaixonada
Daniela Matos Reichembach
21 anos
Estudante do último ano de Direito, na Fundação Escola Superior do Ministério Público RS
Natural de Uruguaiana
Mora em Porto Alegre
Altura: 1,65m
Peso: 60kg

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 18-01-2018. Corte do Carnaval 2018 no estúdio da Atlântida. Rei Momo - Ubirajara Borba - Byra Borba; Rainha - Daniela Matos Reichembach; e Princesa - Thauana Costa de Lucena Gouvêa da Silva. (FERNANDO GOMES/AGÊNCIA RBS)
Daniela é estudante de DireitoFoto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O vínculo de Daniela com o Carnaval começou ainda na infância, em Uruguaiana. Inspirada pela irmã, a jornalista Dayana Reichembach, hoje com 26 anos, moradora e participante ativa do Carnaval de Corrientes, na Argentina, Daniela desfilou na escola Os Rouxinóis e, mais tarde, tornou-se integrante da Ilha do Marduque, ambas entidades tradicionais da cidade natal da jovem. 

Em 2013, Daniela foi eleita rainha da escola Ilha do Marduque. No ano seguinte, se tornou musa embaixadora do Carnaval de Uruguaiana para representar a cidade nos eventos carnavalescos no Brasil e na Argentina. E, mesmo morando na Capital desde 2015 por conta dos estudos na faculdade de Direito, a universitária não se afastou da folia. Em 2016, aproximou-se da Academia de Samba Praiana, onde desfilaria no ano passado se não tivessem cancelado os desfiles da Série Prata na noite do evento. No mesmo ano, foi madrinha de bateria da escola Deu Chucha na Zebra, de Uruguaiana.

— Sou uma apaixonada pelo Carnaval. Não consigo viver sem a folia. Ser rainha da Corte da Capital é um sonho se realizando — conta, animada. 

Superação
Fora do período das festas de Momo, ela participa, em Porto Alegre, de um coletivo de danças urbanas, onde é especialista em sensual hip dance e bellydance (dança do ventre). Ainda surpresa por ter sido eleita rainha do Carnaval de Porto Alegre pelo voto popular na internet, Daniela promete muito samba no pé na Avenida: 

— Estou feliz porque enfrentei muitas meninas capacitadas para a Corte. Chegar na Capital há tão pouco tempo e já ter sido a escolhida para representá-la é o reconhecimento máximo a quem desde criança ama estar na Avenida.  

Thauana, a princesa aplicada
Thauana Costa de Lucena Gouvêa da Silva
21 anos
Estudante do último ano de Direito, na Unisinos
Natural e moradora de Porto Alegre
Altura: 1,60m
Peso: 58kg

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 18-01-2018. Corte do Carnaval 2018 no estúdio da Atlântida. Rei Momo - Ubirajara Borba - Byra Borba; Rainha - Daniela Matos Reichembach; e Princesa - Thauana Costa de Lucena Gouvêa da Silva. (FERNANDO GOMES/AGÊNCIA RBS)
Thauana quer dar visibilidade à RestingaFoto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Apesar de morar no Jardim Carvalho, na Zona Leste da Capital, Thauana confessa que o coração bate mais forte na Avenida sempre que vê a Estado Maior da Restinga desfilando. Vinda de uma família que respira samba — a mãe, Rosângela Lucena, foi jurada de Carnaval durante anos e o tio, Joaquim Pereira de Lucena, foi fundador de uma escola de samba e coordenador de manifestações populares na Capital —, jamais desfilou pela escola. Mas confessa ter ficado lisonjeada com o convite para participar da escolha da rainha da agremiação, no ano passado. 

— Sempre disse que, se eu tivesse que representar uma escola, seria a Restinga. Competi com outras nove candidatas, no início de dezembro, e fiquei muito feliz por ter sido escolhida. Desde então, pego dois ônibus para ir sempre aos ensaios. Vale o esforço! Estou fazendo tudo com muito amor — afirma. 

Vitrine
A jovem, que demonstra orgulho em dizer que cursa Direito desde a conquista de uma bolsa de estudos via Prouni, fala que a chegada ao reinado da Capital é a possibilidade de mostrar que ser da Corte representa mais do que apenas beleza física.

— Quero ajudar a dar visibilidade para o bairro que represento e acabar com o preconceito de que rainhas e princesas são apenas um corpo. Somos mulheres inteligentes, que estudam, trabalham e se esforçam pela arte do Carnaval — resume. 

Menos uma realeza para conter os gastos
A contenção de gastos motivou a Liga Independente das Escolas de Samba de Porto Alegre (Liespa) a reduzir a Corte do Carnaval neste ano. Com menos uma princesa, a redução dos gastos chegará a cerca de R$ 10 mil, segundo o presidente da Liespa, Juarez Gutierres de Souza. Apesar de não oferecer cachê ou premiação aos eleitos, a Liga se compromete com o deslocamento para os eventos e as fantasias. 

No ano passado, por exemplo, a entidade desembolsou R$ 40 mil nos custos com a Corte. Neste ano, a ideia é não passar dos R$ 30 mil. Ainda assim, a Liga busca patrocinador para transportar o trio numa agenda que terá, pelo menos, 40 compromissos até o final da temporada de folia. 

Fora de época
Como no ano passado, o Carnaval da Capital será temporão no Complexo Cultural Porto Seco. Os desfiles da série Prata serão em 23 de março, seguidos da série Ouro, no dia seguinte - a data da série Bronze ainda não foi definida. A apuração ocorrerá em 26 de março.

— Será o Carnaval da ação. Não adianta dar palpite nas redes. É preciso ir para as quadras das escolas, consumir e ajudar a entidade a arrecadar. Isso é real, não discurso. Se cada apaixonado por Carnaval contribuir com R$ 10 haverá resultado lá na ponta — resume Juarez. 

Veja a programação completa na Capital
26 de janeiro
Escolha da Corte da Maturidade, no Clube dos Namorados (Avenida Carlos Barbosa, ao lado do Estádio Olímpico)

26 e 27 de janeiro
Mostra de sambas enredo na quadra da Imperatriz Dona Leopoldina

2 de fevereiro
Sorteio da ordem dos desfiles

23 de fevereiro e 9 de março
Descida da Borges 

22 de março
Ensaio Técnico (muamba)

23 de Março
Desfile da Série Prata, no Complexo Cultural do Porto Seco

24 de março
Desfile da Série Ouro, no Complexo Cultural do Porto Seco

7 de abril
Estandarte de Ouro, no Pavilhão de Eventos da Liespa no Complexo Cultural do Porto Seco




 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros