Magali Moraes e as lembranças de um picolé - Notícias

Versão mobile

 

Coluna da Maga15/01/2018 | 07h00Atualizada em 15/01/2018 | 07h00

Magali Moraes e as lembranças de um picolé

Magali Moraes e as lembranças de um picolé Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Na verdade, lembro de vários. Depois do almoço, a gente sentava na frente da casa da vó no Imbé e esperava o sorveteiro passar. Podia demorar, isso não era problema pra quem tinha mais uma tarde livre de verão. Ele surgia como um pontinho distante na rua, tocando a sua corneta. Alegria, alegria!! Vinha de carrocinha ou de isopor a tiracolo. Aquele picolé era a melhor sobremesa do mundo pra mim, meus irmãos e primos. Será que os mais novinhos vão entender essa coluna nostálgica?

Foi a fase áurea dos palitos premiados. Encontrar um deles era como ser premiado em uma mega-sena infantil. Depois eu cresci e os picolés perderam a graça. Inventaram tanta coisa nova pra experimentar. Bufês de sorvete e seus mil atrativos. Os próprios picolés se sofisticaram, imitando versões geladas de chocolates conhecidos. Mais os artesanais e as paletas mexicanas. Se antigamente a gente se contentava com Kibon, hoje é fácil encontrar marcas importadas de sorvete no supermercado.

Leia mais colunas da Magali Moraes

Corajosos

Mesmo com tantas invenções, adoro a simplicidade do Chicabon. Sempre igual e delicioso. Outra coisa que eu gosto é observar a técnica das pessoas comendo picolé. Tem a turma que tira a embalagem (joga no lixo, né?) e vai mordendo o sorvete nos lugares certos, evitando que derreta e pingue. Tem os precavidos, que empurram a embalagem pra baixo do picolé, como se fosse uma rede de proteção enquanto comem. E tem os corajosos. Esses brigam com o vento na beira da praia, mas não desistem do picolé.

Independentemente da técnica escolhida, no final vai sobrar aquele restinho de sorvete pendurado no palito. Sem desperdício! Melhor ser rápido e abocanhar logo o que sobrou. Você também gosta de picolé ou prefere a tranquilidade do copinho com pazinha? Come a vida toda o mesmo sabor ou quer experimentar novidades? Se não tiver chocolate não é sorvete? Bah, esse papo me desconcentrou. Vou ali comer um picolé e já volto.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros