Presos dois suspeitos de matar motociclistas a tiros em Carazinho  - Notícias

Versão mobile

 

Latrocínio em trilha15/01/2018 | 18h58Atualizada em 15/01/2018 | 18h59

Presos dois suspeitos de matar motociclistas a tiros em Carazinho 

Policiais recuperaram a motocicleta roubada e apreenderam um revólver que teria sido usado no crime

 A Polícia Civil prendeu na manhã desta segunda-feira (15) dois homens apontados como os responsáveis pelo latrocínio de dois motociclistas que faziam uma trilha em Carazinho, no Norte do Estado, no último sábado. Os suspeitos, que não tiveram os nomes revelados pela investigação, são jovens de 20 e 19 anos e foram capturados em uma casa no bairro São Lucas. Os policiais recuperaram a motocicleta roubada e apreenderam um revólver que teria sido usado no crime.  Um terceiro homem, que estava no local, foi preso por portar um fuzil. Ele não teria relação com o caso.  

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

 Conforme a delegada Heladia Cazarotto, a dupla planejava roubar uma moto e foi ao Parque Municipal João Alberto Xavier da Cruz por saber que é utilizado para trilhas de motocicleta. Por volta das 14h30min, eles andavam pelo parque quando viram as três vítimas pararem para consertar uma das motos. Foi neste momento em que a abordagem ocorreu.  Os ladrões teriam feito os três se deitarem, mas um deles conseguiu fugir correndo. Carlos Henrique Hoppen, 22 anos, e Alexandre Cristiano Soder, 28, foram mortos a tiros. A polícia ainda apura as circunstâncias do crime.  

 O sobrevivente reconheceu o rosto de um dos suspeitos nesta manhã.  A polícia já havia recebido denúncias sobre a localização da dupla. Dez casas no bairro foram alvo das buscas que resultaram na prisão dos suspeitos, que foram levados para depor na delegacia de Carazinho. 

 O crime gerou comoção na região. Motociclistas, familiares e amigos das vítimas realizaram nesse domingo um protesto pedindo justiça após a morte dos trilheiros. A manifestação começou na cidade onde ocorreu o latrocínio e foi até Não-Me-Toque pela RS-142, onde moravam Hoppen e Soder. 

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho   



 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros