Carnaval 2018: o que foi destaque na segunda noite de desfiles do Rio de Janeiro - Notícias

Versão mobile

 

Folia na Sapucaí13/02/2018 | 09h31

Carnaval 2018: o que foi destaque na segunda noite de desfiles do Rio de Janeiro

Multicampeã Beija-Flor fechou as apresentações deste ano na Marquês de Sapucaí

Mais seis escolas passaram pela Marquês de Sapucaí entre a noite de segunda-feira (12) e madrugada de terça-feira (13), no último dia de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro. A primeira escola a entrar na Sapucaí foi a Unidos da Tijuca, seguida por Portela, União da Ilha, Salgueiro, Imperatriz e Beija-Flor. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

O tom político, presente na primeira noite nos desfiles de Mangueira e Paraíso do Tuiuti, voltam a aparecer na avenida, especialmente no desfile da multicampeã Beija-Flor. 

A grande vencedora será conhecida nesta quarta-feira (14), em apuração prevista para começar às 16h30min. Confira os destaques da segunda noite de Carnaval:

Unidos da Tijuca

Com um enredo que homenageou Miguel Falabella, a escola que abriu a segunda noite de desfiles levou para o sambódromo amigos e colegas do ator, escritor e diretor. Usando uma coleira escrita "Caco" - em referência ao acessório clássico usado por Luma de Oliveira há anos -, Marisa Orth representou a memorável Magda, de Sai de Baixo. Nomes como Arlete Salles, Cissa Guimarães, Claudia Raia e Aracy Balabanian também passaram pela Sapucaí, a maioria vestida como os personagens criados por Falabella e que interpretaram na TV, como Cassandra (Aracy) e Copélia (Arlete).

 Brazilian TV, cinema and theatre actor, producer, writer and director Miguel Falabella performs with the Unidos da Tijuca samba school during the second night of Rios Carnival at the Sambadrome in Rio de Janeiro, Brazil, on February 12, 2018. / AFP PHOTO / Mauro PIMENTELEditoria: ACELocal: Rio de JaneiroIndexador: MAURO PIMENTELSecao: culture (general)Fonte: AFPFotógrafo: STF
Miguel Falabella, homenageado pela Unidos da TijucaFoto: Mauro PIMENTEL / AFP

Portela

Na disputa do bicampeonato, a Portela foi mais uma das escolas que levou à Sapucaí uma discussão social. Usando a questão dos refugiados como pano de fundo, a azul e branco de Madureira - atual campeã do Grupo Especial - contou a história dos judeus que fugiram para o nordeste brasileiro na época de domínio holandês. A carnavalesca Rosa Magalhães manteve o seu padrão de desfiles limpos, com alegorias e fantasias repletas de detalhes.

 Revellers of the Portela samba school perform during the second night of Rios Carnival at the Sambadrome in Rio de Janeiro, Brazil, on February 12, 2018. / AFP PHOTO / Mauro PIMENTELEditoria: ACELocal: Rio de JaneiroIndexador: MAURO PIMENTELSecao: culture (general)Fonte: AFPFotógrafo: STF
A tradicional águia azul e branco da PortelaFoto: Mauro PIMENTEL / AFP

União da Ilha

Aromas, cores e sabores da culinária brasileira foram tema da terceira escola a cruzar a avenida. Além da presença de chefs renomados, como Claude Troisgros, Roberto Ravioli, Flávia Quaresma e Érick Jacquin, foram  lançados no ar aromas como de café, chocolate, abacaxi e limão.

 A reveller of the Uniao da Ilha samba school performs during the second night of Rios Carnival at the Sambadrome in Rio de Janeiro, Brazil, on February 13, 2018. / AFP PHOTO / Mauro PIMENTELEditoria: ACELocal: Rio de JaneiroIndexador: MAURO PIMENTELSecao: culture (general)Fonte: AFPFotógrafo: STF
Com aromas e sabores a escola levou a culinária para a avenidaFoto: Mauro PIMENTEL / AFP

Salgueiro

Saudando as mulheres negras, a Salgueiro levou o enredo "Senhoras do ventre do mundo" para o sambódromo. Um dos destaques foi o último carro, que criou uma versão negra da famosa figura de Pietá, de Michelangelo, em referência às mães brasileiras que perderam seus filhos para a violência.

 A reveller of the Salgueiro samba school performs during the second night of Rios Carnival at the Sambadrome in Rio de Janeiro, Brazil, on February 13, 2018. / AFP PHOTO / Mauro PIMENTEL / “The erroneous mention appearing in the metadata of this photo by Mauro PIMENTEL has been modified in AFP systems in the following manner: Salgueiro instead of Imperatriz Leopoldinense. Please immediately remove the erroneous mention from all your online services and delete it  from your servers. If you have been authorized by AFP to distribute it to third parties, please ensure that the same actions are carried out by them. Failure to promptly comply with these instructions will entail liability on your part for any continued or post notification usage. Therefore we thank you very much for all your attention and prompt action. We are sorry for the inconvenience this notification may cause and remain at your disposal for any further information you may require.”Editoria: ACELocal: Rio de JaneiroIndexador: MAURO PIMENTELSecao: culture (general)Fonte: AFPFotógrafo: STF
Salgueiro reverenciou as mulheres negrasFoto: Mauro PIMENTEL / AFP

Imperatriz Leopoldinense

Inspirado no filme Uma Noite no Museu, a penúltima escola a atravessar a Sapucaí homenageou o Museu Nacional, que completa 200 anos. A ideia foi mostrar os possíveis roteiros de visitação do local e retratar, de forma lúdica, temas como história e paleontologia.

 Revellers of the Imperatriz Leopoldinense samba school perform during the second night of Rios Carnival at the Sambadrome in Rio de Janeiro, Brazil, on February 13, 2018. / AFP PHOTO / Carl DE SOUZAEditoria: ACELocal: Rio de JaneiroIndexador: CARL DE SOUZASecao: culture (general)Fonte: AFPFotógrafo: STF
Carro "Santuário de Ossos", da Imperatriz, representou a paleontologia Foto: Carl DE SOUZA / AFP

Beija-Flor

Como se esperava, o desfile da Beija-Flor veio repleto de representações das mazelas sociais do Brasil como corrupção, intolerâncias de gênero, raça e religião. A cantora drag queen Pabllo Vittar e a funkeira Jojo Todynho foram destaque do desfile. No fim,  a escola abriu a avenida para entrada do público, que invadiu a Sapucaí cantando o samba-enredo.

 Brazilian drag queen and singer Pabllo Vittar parades with the Beija-Flor samba school during the second night of Rios Carnival at the Sambadrome in Rio de Janeiro, Brazil, on February 13, 2018. / AFP PHOTO / Mauro PIMENTELEditoria: ACELocal: Rio de JaneiroIndexador: MAURO PIMENTELSecao: culture (general)Fonte: AFPFotógrafo: STF
Pabllo Vittar foi destaque no carro que representava a intolerânciaFoto: Mauro PIMENTEL / AFP

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros