Em discussão por extração de pedras preciosas, idoso mata dois e fere três no Noroeste - Notícias

Versão mobile

 

Salto do Jacuí01/02/2018 | 19h42

Em discussão por extração de pedras preciosas, idoso mata dois e fere três no Noroeste

Após o crime, a casa do homem de 80 anos foi atacada a tiros e incendiada por moradores da região

Duas pessoas morreram e pelo menos quatro ficaram feridas em um tiroteio nesta quinta-feira (1º) na zona rural de Salto do Jacuí, no noroeste do Estado. De acordo com o delegado Josuel Reis Muniz, o caso começou pela manhã quando Varonil Schneider, 80 anos, atirou contra garimpeiros.  Alexandre de Matos, 33 anos, foi morto no local e outros dois homens ficaram feridos. O garimpo fica localizado a cerca de 50 metros da residência do autor do crime.

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

— Segundo informações preliminares, seria pelo motivo de que tais pessoas invadiam a propriedade para extrair pedras preciosas. Mas essa informação precisa ser confirmada, por enquanto é uma informação muito vaga — explica o delegado.

Um adolescente de 15 anos foi até o local para saber o que tinha acontecido e foi baleado em uma das pernas. Ele foi socorrido por Francelino de Matos, de 58 anos, que após levar o menino ao hospital, voltou ao local e também foi baleado, vindo a morrer no hospital. Ele era parente do garimpeiro morto.

O idoso se trancou dentro da residência após cometer os crimes e moradores da cidade atacaram a residência a tiros. Ele tentou fugir e foi capturado pela polícia, que o socorreu ao hospital em estado grave. A casa de Schneider, foi incendiada por pessoas que se revoltaram com o caso. Cerca de cem pessoas se reuniram em frente ao hospital em protesto. O autor do crime teve de ser transferido para um hospital de outra cidade da região por segurança.

As vítimas feridas foram transferidas para Hospital São Vicente, de Cruz Alta.

Na residência de Schneider, a polícia apreendeu uma espingarda que teria sido utilizada no crime.

— Nós já iniciamos as investigações ouvindo familiares das vítimas. A autoria dos homicídios está esclarecida, que foi o idoso. No entanto ainda precisamos apurar a autoria da tentativa de homicídio contra o idoso e o incêndio em seu domicílio — afirma Muniz.

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho   


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros