Magali Moraes e a saudade antecipada do horário de verão - Notícias

Versão mobile

 

Coluna da Maga07/02/2018 | 10h00Atualizada em 07/02/2018 | 12h08

Magali Moraes e a saudade antecipada do horário de verão

  

A escritora e publicitária Magali Moraes é a nova colunista do Diário Gaúcho. Ela vai escrever a Coluna da Maga, todas as sextas-feiras.
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Fui contar no calendário quantos dias ainda tem de horário de verão e me deu uma tristezinha. Daqui a dez dias, ele se despede de nós! Na virada do sábado 17 pro domingo 18, tchau. Temos pouco tempo pra curtir esses dias longos e ensolarados. É por isso que resolvi avisar logo. Pra todo mundo se programar e aproveitar ao máximo o finalzinho do horário de verão. Até lá, ainda tem Carnaval, e o ziriguidum vai fazer esses dias passarem rápido. Quando a ficha cair na quarta de cinzas, já é tarde. 

Mesmo roubando um pouco do sono, o horário de verão nos dá mais sol, melatonina, vitamina D, energia. A gente sente mais disposição pra fazer programas ao ar livre. Sentar numa mesinha na calçada pra dar risada e conversar. Ou na frente de casa pra tomar mate. Um banho de mar às oito da noite (ou melhor, do dia) é uma delícia. Muitos estudos comprovaram os benefícios dos raios solares no humor. Se o céu tá azul e lindão, parece que algo ilumina dentro de nós, e os problemas não ficam tão nebulosos. 

Leia outras colunas da Maga

Girassol

Depois do horário de verão, sabe o que a gente faz? Imita o girassol. Essa flor inteligente procura a luz e se vira sempre na direção ao sol. Nos dias nublados, em vez de murchar e cair, os girassóis se viram uns pros outros e seguem erguidos. Eles não se entregam. É como diz a mensagem que uma amiga me mandou: se a gente não tem o sol, tem uma à outra pra emprestar luz e alegria. Dá pra ser uma pessoa ensolarada como um girassol o ano inteiro. Fica a dica da natureza e das amigas do coração. 

Bom, agora tô mais tranquila. Já te lembrei do fim do horário de verão. Então, anota na agenda, marca um happy hour depois do trabalho, inventa um passeio bem legal no fíndi, compra um girassol, dá um jeito de esticar as horas e celebrar o simples fato de estar vivo. A gente precisa aproveitar aqui e agora. Até as pessoas mais noturnas vão curtir. E que o sol nunca falte. Com ou sem horário de verão.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros