Após prisão por furto de desodorantes, jovem tatuado na testa volta a ser internado em clínica - Notícias

Versão mobile

 

Recaída26/03/2018 | 18h27Atualizada em 26/03/2018 | 18h27

Após prisão por furto de desodorantes, jovem tatuado na testa volta a ser internado em clínica

Rapaz estava em ressocialização e recebeu autorização para sair sozinho

Após prisão por furto de desodorantes, jovem tatuado na testa volta a ser internado em clínica Reprodução/Youtube
Foto: Reprodução / Youtube

Depois de ter sido preso no sábado (24) por furtar desodorantes de um supermercado em Mairiporã, em São Paulo, o jovem de 18 anos que teve a testa tatuada em 2017 com a frase "eu sou ladrão e vacilão" foi solto após pagamento de fiança de R$ 1 mil. Ele voltou a ser internado na clínica, na mesma cidade, onde realiza tratamento contra a dependência química e faz sessões para remover os dizeres no rosto. As informações são do G1.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

Conforme a assessoria de imprensa da Clínica Grand House, na Grande São Paulo, o jovem teve uma recaída durante o processo de ressocialização, que previa saídas acompanhadas. Agora, não poderá mais deixar o local até novo diagnóstico. Era a primeira vez que ele havia recebido autorização para sair sozinho. O valor da fiança foi pago pelo dono da clínica.

Segundo o G1, o proprietário da clínica declarou que o rapaz está “estabilizado com medicação”.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros