Rede de franquia abre cem vagas na Região Sul na área da educação - Notícias

Versão mobile

 

Oportunidades08/03/2018 | 11h59Atualizada em 08/03/2018 | 11h59

Rede de franquia abre cem vagas na Região Sul na área da educação

Salários vão de R$ 1 mil a R$ 3 mil e candidatos precisam ter disponibilidade para início imediato

GaúchaZH
GaúchaZH

A rede de franquia Tutores, especializada em educação multidisciplinar, recebe currículos para aproximadamente cem vagas de emprego no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

As oportunidades são para profissionais da educação, com atuação na área de reforço escolar, aula particular e tutoria. Os candidatos devem ter mais de 21 anos e formação em psicopedagogia, psicologia, pedagogia ou áreas afins. Além disso, a empresa também solicita que os interessados tenham experiência comprovada na área. Há cargos disponíveis para tutores desde o Ensino Fundamental 1 até o Médio.

Os salários oferecidos variam entre R$ 1 mil e R$ 3 mil. É fundamental que os candidatos tenham disponibilidade para início imediato. As aulas são realizadas na residência dos próprios alunos ou no ponto comercial dos franqueados. A empresa busca colaboradores disciplinados, responsáveis, com facilidade de comunicação e que gostem de lecionar.

O processo seletivo consiste em análise e triagem de currículos, em que profissionais com perfil desejado serão convocados à próxima etapa, que pode variar entre dinâmica de grupo, testes específicos e/ou entrevistas junto a gestores de recursos humanos ou diretores responsáveis pelo setor da vaga ofertada. Os aprovados poderão escolher entre o período da manhã ou tarde, sendo o formato de trabalho no sistema hora aula.

Os interessados em concorrer em a uma vaga devem se inscrever neste site, no link trabalhe conosco.

 

Sobre a empresa

A Tutores pertence ao Grupo Multus e foi fundada em 2007 pelo casal de empreendedores Léa Bueno e Artur Hipólito, CEO também do Grupo Zaiom. A marca foi criada com o objetivo de ajudar pais que têm filhos com dificuldades na aprendizagem e não encontram profissionais capazes de dar o suporte adequado para a complementação escolar. A empresa cresceu e virou uma franquia.



 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros