Aplicativo esclarece dúvidas dos trabalhadores domésticos  - Notícias

Versão mobile

 

Serviço27/04/2018 | 07h00Atualizada em 27/04/2018 | 07h00

Aplicativo esclarece dúvidas dos trabalhadores domésticos 

Laudelina inclui calculadora de salários, benefícios e rescisão contratual. Porto Alegre terá ações de divulgação

Aplicativo esclarece dúvidas dos trabalhadores domésticos  Divulgação/Arquivo Pessoal
Aplicativo já tem 3 mil downloads Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal

Nesta sexta-feira (27), Dia Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Domésticas, a ONG gaúcha THEMIS — Gênero, Justiça e Direitos Humanos divulgará em Porto Alegre o aplicativo Laudelina, desenvolvido para consolidar os direitos dos trabalhadores domésticos. A ação ocorrerá na Estação Mercado do Trensurb e no terminal de ônibus Parobé, no Centro.

Criação da THEMIS, em parceria com a Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (Fenatrad), a ferramenta  pode ser baixada em celulares Android e possibilita a troca de informações entre trabalhadores. O aplicativo inclui um manual sobre os direitos das domésticas, calculadoras de salário, benefícios e rescisão contratual, lista de instituições de proteção de diferentes cidades do Brasil e rede de contatos de uma mesma região. 

Para desenvolver o Laudelina, as entidades receberam do Prêmio Desafio de Impacto Social do Google, em 2016, R$ 650 mil por dois anos e ainda tiveram o acompanhamento da empresa durante o processo de construção da ferramenta. 

Meus Direitos

Segundo a coordenadora do projeto, a assessora jurídica da THEMIS Livia Zanatta, o passo seguinte será liberar até o próximo mês a versão para web e complementar a ferramenta com áudios explicativos na aba Meus Direitos, que aborda os direitos dos domésticos. Lançado em dezembro do ano passado, o Laudelina já tem 3 mil usuários ativos. Para que ainda mais trabalhadores o acessem, a entidade vem realizando a Caravana Laudelina em diferentes partes do Brasil — Salvador e Rio, por exemplo — e interior do Estado para ensiná-los a utilizarem o aplicativo. Em maio, a Capital gaúcha deverá ter uma oficina, ainda sem data ou local determinados. 

— As oficinas têm duração de duas horas, são gratuitas e a ideia é que, depois da aula, estas mulheres possam multiplicar o conhecimento — ressalta Livia. 

Facilidade 

A cuidadora Carmen Lucia Santos da Silva usa o Laudelina: aplicativo para as trabalhadoras domésticas
Carmen Lucia Santos já usa o aplicativoFoto: Divulgação / Arquivo Pessoal

Cuidadora de idosos há 18 anos, Carmen Lucia Santos, 58 anos, do bairro Restinga, foi uma das primeiras a fazer o download do aplicativo. Moradora e promotora legal popular na comunidade, Carmen aprendeu a usar o Laudelina com outras integrantes da THEMIS e o aprovou. Carmen costuma usar as calculadoras de salário e benefícios, disponíveis no aplicativo. Com a ajuda do Laudelina, ela já esclareceu dúvidas para outras colegas.

— Ele é fácil de usar, não tem palavras difíceis e é de extrema importância para uma classe que precisa de apoio. Uma coisa é você saber que existe uma lei, a outra é você ter esta lei ao alcance do teu celular  — ressalta Carmen.

O nome do app homenageia Laudelina de Campos Melo, ativista do movimento negro que em 1936 criou a primeira associação de trabalhadoras domésticas no Brasil, em Campinas (SP). 

Como usá-lo 

* Acesse a loja de aplicativos de seu celular Android

* Pesquise por Laudelina

* Faça o download do app

* Na barra lateral de menu, faça o cadastro em Meu Perfil 

* Não precisa pagar pelo aplicativo

* O aplicativo não exige senha

Ações na Capital

* Das 8h às 12h e das 18h às 19h, ocorre ação de conscientização de trabalhadoras domésticas sobre os seus direitos na Estação Mercado do Trensurb. 

* No Terminal de ônibus Parobé, das 18h às 19h, ocorre panfletagem

* Informações: (51) 3212-0104

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros