Magali Moraes conta o bem que o mar faz - Notícias

Versão mobile

 

Coluna da Maga18/04/2018 | 10h00Atualizada em 18/04/2018 | 10h00

Magali Moraes conta o bem que o mar faz

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes conta o bem que o mar faz Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Ver o mar fora de época é como reencontrar um velho amigo. Ouça o que ele tem a dizer. No caso, um barulho delicioso, cadenciado e com efeito calmante. Aquele vai e vem das ondas limpa tudo por dentro. Mesmo que a água esteja fria e suas roupas não sejam as mais adequadas pra dar um mergulho, deixe a mente mergulhar. Ela pode. Tomara que tenha um céu azul. Assim, a linha reta do horizonte fica ainda mais perfeitinha. E sorte sua se uma gaivota passar voando, pra dar vontade de voar junto.

Como você não vai poder ficar ali pra sempre, memorize bem a cor do mar, a textura da areia, as poças d'água que se formaram no chão, as conchinhas que vieram com a última onda, os raios de sol, cada detalhe da cena. E guarde essa lembrança pra quando você precisar de energia extra. Talvez apareça um casal caminhando com o cachorro. Ou uma criancinha com a mãe. Tudo bem. A praia continua praticamente deserta. Eles devem estar procurando o mesmo sossego que você.

Leia outras colunas da Maga  

Consciência

Existe um termo chamado mindfulness, que significa atenção plena. É esvaziar a mente de qualquer outra coisa e se concentrar no aqui e agora. Ter total consciência do que está acontecendo, sabe? Quase um estado de meditação, onde a respiração acalma, o corpo relaxa e a gente se dedica a uma observação detalhada e prazerosa. Difícil, eu sei. Acredito que a tranquilidade de uma praia vazia tem o poder de nos fazer focar. Quanto mais agitados somos, mais precisamos exercitar isso. 

Essa coluna foi escrita assim, num raro momento de atenção plena. Em frente ao mar (ou melhor, ao Rio da Prata). Com o sol cozinhando meu jeans preto e o tênis afundando na areia molhada. Fui me despedir antes de voltar pra casa e encontrei muita inspiração. Vá que nesta quarta-feira você também queira se sentir mais pertinho do mar. Imaginando aquela imensidão de paz e se encorajando a seguir o dia. Feche os olhos. Escute o mar. E o que vem de dentro de você.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros