Motorista particular e mulher são presos suspeitos de vender "maconha premium" em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 

Tráfico de drogas26/04/2018 | 13h48Atualizada em 26/04/2018 | 13h48

Motorista particular e mulher são presos suspeitos de vender "maconha premium" em Porto Alegre

Segundo a Polícia Civil, droga vendida pelo casal tinha alto grau de efeito alucinógeno e era vendida por até o triplo do preço da maconha de baixa qualidade

Motorista particular e mulher são presos suspeitos de vender "maconha premium" em Porto Alegre Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
A droga vendida por eles era maconha com alto grau de efeito alucinógeno Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

Um casal foi preso pela Polícia Civil no bairro Partenon, em Porto Alegre, por tráfico de drogas e associação ao tráfico, na madrugada desta quinta-feira (26). Conforme a investigação do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), eles vendiam a droga para clientes de alto poder aquisitivo da zona sul.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

O Denarc afirma que identificou que o homem, de 27 anos, aproveitava da função como motorista de aplicativo para entregar as drogas a domicílio. A mulher, de 24, armazenava as drogas em um apartamento. 

Os policiais monitoravam os dois há 30 dias. Na quarta-feira, equipes passaram o dia acompanhando o dia do casal para confirmar as suspeitas. 

De acordo com o delegado Mario Souza, a droga vendida por eles era maconha com alto grau de efeito alucinógeno. Por isso, era vendida pelo dobro ou triplo do preço da droga de baixa qualidade. 

Na operação, os policiais encontraram 10 quilos de maconha dentro de uma mala. Também foram apreendidas balança de precisão, celulares, dinheiro e documentos. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros