MP denuncia motorista bêbado que matou idosa na Cidade Baixa - Notícias

Versão mobile

 

TRÊS ATROPELADOS25/04/2018 | 19h13Atualizada em 25/04/2018 | 19h13

MP denuncia motorista bêbado que matou idosa na Cidade Baixa

Fábio José Volpato Ferreira foi denunciado por homicídio duplamente qualificado e duas tentativas de homicídio

MP denuncia motorista bêbado que matou idosa na Cidade Baixa Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

O Ministério Público (MP) denunciou por homicídio duplamente qualificado o motorista de caminhão que atropelou e matou Maria Aparecida Correa Barbosa, 67 anos, na Cidade Baixa, em Porto Alegre. O crime aconteceu no dia 2 de abril e outras duas pessoas, de 42 e 43 anos, ficaram feridas. A denúncia foi feita na terça-feira (24), mas só divulgada nesta quarta (25).

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

O atropelamento aconteceu na Rua João Alfredo, entre a Lopo Gonçalves e a Joaquim Nabuco. Quatro carros e dois postes foram atingidos — um deles tombou. O condutor do caminhão foi detido por embriaguez.  Fábio José Volpato Ferreira, 44 anos, fez o teste do bafômetro, que constatou a presença de álcool no sangue — 1,65 mg/l. O exame clínico também teve resultado positivo. Em depoimento para a Polícia Civil, Ferreira relatou que pegou o caminhão emprestado com o motorista da empresa em que trabalha.

Ferreira foi denunciado por conduzir embriagado e sem habilitação — além disso, estava de caminhão em uma área com grande movimentação de pessoas. O agravo na denúncia, de acordo com o MP,  também ocorreu por conta de recurso que dificultou a defesa da vítima, que estavam na calçada quando foram surpreendidas com a chegada do veículo.

O motorista também foi denunciado por duas tentativas de homicídio duplamente qualificado, já que atingiu outras duas pessoas, que sobreviveram ao atropelamento. O MP ainda apresentou denúncia contra uma testemunha por afirmação falsa no inquérito policial — ela havia dito que o motorista do caminhão era outra pessoa.

O motorista está preso preventivamente. A reportagem de GauchaZh tentou contato com a defesa, mas as ligações não foram atendidas.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros