Magali Moraes comemora o friozinho - Notícias

Versão mobile

 

Coluna da Maga18/05/2018 | 10h05Atualizada em 20/05/2018 | 15h26

Magali Moraes comemora o friozinho

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes comemora o friozinho Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

É com imensa alegria que comunico o retorno triunfal dos cobertores lá em casa. As últimas madrugadas andavam meio geladas. Alguma atitude precisava ser tomada. Então, nos armamos de coragem. Nos benzemos. Alongamos braços e pernas. E finalmente içamos as camas-baú pra trazer as cobertas fininhas de volta ao convívio familiar. Sejam bem-vindas! Saudade de sentir o calor levinho de vocês cobrindo os nossos pés. Não preciso mais sonhar com noites aconchegantes. Já é uma realidade!!

Enquanto isso, os cobertores pesadões seguem trancafiados. Melhor acostumar aos poucos o corpo ao frio. Tomou a vacina da gripe? Eu ainda não. Mal voltei de viagem e fui premiada com uma sinusite daquelas. Tenho dez dias de antibiótico pela frente. E nem por isso vou reclamar do frio. Graças a ele, agora posso dormir com a coberta de crochê feita pela minha vó. Lembro até hoje dela tecendo ponto a ponto esse presente, logo que casei. Dá um quentinho no coração, além dos pés. 

Leia outras colunas da Maga  

Reaproxima

Chá, vinho, quentão, lareira acesa, fogão a lenha, praia fora de época, bergamota no sol, sopa de capelete e pastel. O frio nos reaproxima de todas essas delícias. Mas tem gente que reclama o tempo todo. Assim como tem os que passam o verão xingando o calor. Podiam reclamar menos e curtir mais. Tentar ver alguma poesia em cada estação. São ciclos, a mudança é sempre positiva. Bem faz a natureza, que não tem medo de pelar as árvores porque sabe que até uma folha seca tem sua beleza. 

Quando a temperatura cai, bom mesmo é abraçar bastante. Ser caloroso com os outros. Chegar pertinho pra conversar, sem medo de suar. Dormir de conchinha. Encher a sala de visita. Se amontoar no sofá. A vida passa tão rápido. Daqui a pouco, maio já acabou. O inverno passou. A primavera floriu. O verão terminou. Aos que odeiam o frio, eu peço tolerância. Apesar do nariz entupido, ouvido fechado, garganta arranhada e peito congestionado, eu gosto do friozinho.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros