Moradores de Imbé recebem pavimentação em via depois de reportagem do Diário - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso25/05/2018 | 09h21Atualizada em 25/05/2018 | 09h22

Moradores de Imbé recebem pavimentação em via depois de reportagem do Diário

A situação desagradável que os moradores da via passavam foi mostrada na edição do dia 7 de julho de 2017 do DG

Moradores de Imbé recebem pavimentação em via depois de reportagem do Diário Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Antes, com buracos e água empoçada. Agora, o cenário está bem melhor Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

A funcionária pública aposentada Rosane Chaves da Silveira, 54 anos, respira aliviada ao transitar pela Avenida São Miguel, onde mora, em Imbé. 

Leia mais
Falta de professor deixa aluna autista sem aula em escola de Porto Alegre
Moradores reclamam de esgoto vazando há cinco meses em bairro de Porto Alegre
Aposentada está há três meses sem receber medicamento, em Cachoeirinha

Cerca de dois anos depois de se mudar para o Litoral Norte, a aposentada observou a via em que mora cair no descaso. Agora, Rosane celebra o fim de uma grande etapa da obra de revitalização da Avenida São Miguel — entre as avenidas São Luiz e Caxias: 

— Ficou espetacular. Valeu muito a pena ir atrás e pedir uma ajuda para o Diário. Agora, quem mora aqui está muito feliz. 

A situação desagradável que os moradores da via passavam foi mostrada na edição do dia 7 de julho de 2017 do Diário Gaúcho. Em 2015, a avenida foi aberta para instalação da rede de esgoto cloacal que, segundo Rosane, na época, não chegou a funcionar. Com isso, as crateras, que já existiam antes, aumentaram, e a pavimentação nunca foi refeita. 

— O maior problema era a falta de bueiros. Os poucos que tinha eram pequenos e, como a tubulação não dava conta, entupiam com muita frequência — explica a aposentada. 

Mudanças 

Agora, Rosane conta, a situação mudou completamente. A rede de esgoto foi instalada, e a via foi pavimentada. A aposentada afirmou que, cerca de duas semanas após a publicação da reportagem, agentes do município foram até o local para dar início à obra. A previsão de conclusão do calçamento era para outubro, mas atrasou cerca de dois meses. 

— Só falta "ligar" a nova tubulação de esgoto. Nos disseram que a previsão é até o segundo semestre deste ano. Mas já está tudo instalado, e a rua, pavimentada. Não temos mais buracos e problemas com a falta de escoamento da chuva — conta Rosane. 

"Nossa quadra é a mais bonita da rua" 

O canteiro central, outra reclamação de quem reside naquele trecho da Avenida São Miguel, foi reformado e, agora, espera pelo paisagismo que vai ser feito pelos moradores. A obra durou cerca de quatro meses. Segundo Rosane, a quadra em que vive é exemplo na avenida: 

— Nossa quadra é a mais bonita da São Miguel, estamos muito orgulhosos. Só falta fazer a jardinagem do canteiro, vai ficar muito legal. 

Para a aposentada, as reformas deram um incentivo para quem mora no local cuidar da via. Ela conta que os cuidados com o descarte do lixo aumentaram, e todos estão muito dedicados a manter as boas condições da via. 

— Temos que agradecer não só ao Diário Gaúcho, que nos ajudou a cobrar o poder público, mas também à prefeitura, que deu muita atenção aos nossos problemas e acompanhou de perto cada fase.

*Produção: Leticia Gomes

Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros