Pais entram com ação para expulsar filho de 30 anos de casa - Notícias

Versão mobile

 

Nos Estados Unidos23/05/2018 | 15h30Atualizada em 23/05/2018 | 15h30

Pais entram com ação para expulsar filho de 30 anos de casa

Michael Rotondo voltou a morar com a família após ficar desempregado, mas não ajudava nas tarefas ou com aluguel

GaúchaZH
GaúchaZH

Um casal da cidade de Camillus, nos Estados Unidos, entrou na justiça para expulsar o filho de 30 anos de sua casa. Segundo os documentos judiciais, os pais, Christina e Mark Rotondo, ofereceram ajuda financeira a Michael Rotondo e até enviaram cinco avisos por escrito para que ele se mudasse para um apartamento. Nada, no entanto, surtiu efeito. Assim, o casal entrou com um processo contra o filho. As informações são da revista Veja.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

Na última terça-feira (22), o juiz Donald Greenwood, da Suprema Corte do Estado de Nova York, decretou que Michael deveria deixar a casa dos pais imediatamente.

De acordo com Christina e Mark, o filho voltou a morar com eles há oito anos, após ficar desempregado, e não ajudava com os custos da casa nem com as tarefas domésticas. Em uma das mensagens enviadas para ele, os pais informavam: “medidas legais serão tomadas imediatamente se você não se mudar até 15 de março de 2018”. Em outro comunicado, o casal ofereceu US$  1.100  (cerca de R$ 4 mil) para que Michael saísse da residência.

Em sua defesa, o homem afirmou que os prazos encaminhados pelos pais não eram suficientes para que ele pudesse se mudar, e disse que durante os últimos oito anos não houve acordo entre o trio para que ele contribuísse com aluguel e tarefas domésticas. De acordo com a emissora WABC News, Michael considerou a ação dos pais uma "retaliação" e afirmou que entrará com recurso contra a decisão. 

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros