Susepe investiga presos que filmaram de dentro da Pasc transferência de líder de facção preso no Paraguai - Notícias

Versão mobile

 

Celular em presídio 08/05/2018 | 17h44Atualizada em 08/05/2018 | 17h44

Susepe investiga presos que filmaram de dentro da Pasc transferência de líder de facção preso no Paraguai

Vídeo da chegada de Luís Fernando da Silva Soares Júnior no presídio de segurança máxima em Charqueadas circula nas redes sociais 

 

 PORTO ALEGRE - BRASIL -   Integrante de facção Bala na Cara é Preso em Porto Alegre, Luís Fernando da Silva Soares Júnior, 38 anos, vulgo Júnior Perneta chega de helicóptero na capital gaúcha. (FOTO: LAURO ALVES)
Júnior Perneta, como é conhecido, é investigado por sete homicídios e tinha cinco mandados de prisão contra eleFoto: Lauro Alves / Agencia RBS

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) instaurou investigação sobre a divulgação de um vídeo nas redes sociais sobre a chegada na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) de Luís Fernando da Silva Soares Júnior, o Júnior Perneta. A direção do presídio soube da existência das imagens e busca agora os responsáveis pelos aparelhos que gravaram o momento em que o preso desceu do helicóptero da Polícia Civil no local na última sexta-feira (4). 

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

Júnior Perneta havia sido preso no Paraguai um dia antes de ser transferido para o Rio Grande do Sul e ouvido pela polícia na sede do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na Zona leste de Porto Alegre. Na ocasião, foi montado grande esquema de segurança devido a periculosidade do preso.

Depois disso, ele foi levado pelo helicóptero da própria Polícia Civil para a Pasc. O criminoso, que é um dos líderes de facção que tem base na Zona leste da Capital e age em todo o Estado, era o criminoso mais procurado pelas autoridades estaduais, além de constar na lista de foragidos da Interpol. 

De acordo com o delegado Arthur Raldi, da Delegacia de Capturas do Deic, o investigado tinha pelo menos cinco mandados de prisão contra ele, dois por homicídio e três por tráfico internacional de drogas. Os mandados por tráfico de entorpecentes envolviam investigação da Polícia Federal. Além disso, criminoso é apontado no envolvimento de pelo menos sete execuções na Região Metropolitana de Porto Alegre. Não se descarta a transferência dele para presídio federal. 

Apreensões na Pasc 

A Susepe informa que faz revistas constantes na Pasc em busca de celulares, armas e demais objetos, como por exemplo, armas artesanais. No ano de 2017, foram apreendidos 26 celulares com detentos, outros 21 com visitantes e mais 40 aparelhos nos arredadores da cadeia ou que foram arremessados para o pátio interno. De janeiro a abril deste ano, outros sete telefones foram recolhidos de dentro das celas, nove com visitantes e seis nas imediações ou arremessados.

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho   


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros