Segurança de pizzaria vira réu por assassinatos em discussão por ketchup em Alvorada - Notícias

Versão mobile

 

Motivo fútil08/06/2018 | 20h08Atualizada em 08/06/2018 | 20h08

Segurança de pizzaria vira réu por assassinatos em discussão por ketchup em Alvorada

Outras três pessoas foram denunciadas por envolvimento no caso

A 1ª Vara Criminal de Alvorada aceitou, nesta quinta-feira (7), denúncia contra o segurança Adilson Portella Ritz por envolvimento no caso em que duas pessoas foram mortas após discussão por sachês de ketchup em Alvorada, na Região Metropolitana.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho  

O segurança agora é réu por homicídio duplamente qualificado, motivo fútil e meio que dificultou defesa das vítimas. Também foram denunciados o dono da pizzaria por agredir dois funcionários no dia seguinte ao crime, e outras duas pessoas por mentirem durante as investigações - um policial militar e a esposa do proprietário do local. 

A investigação apurou que na noite de 25 de março, cinco pessoas foram atacadas quando saíam da Pizzaria do Alemão, na parada 57. Fábio Guimarães Bandeira, 34 anos, Luís Fernando de Ávila, 32, foram atingidos por tiros e morreram. Outra pessoa teve ferimentos graves, e outra, leves.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros