Abono salarial 2016: 98 mil gaúchos ganham novo prazo para fazer o saque - Notícias

Versão mobile

 

PIS/Pasep19/07/2018 | 16h30Atualizada em 19/07/2018 | 16h30

Abono salarial 2016: 98 mil gaúchos ganham novo prazo para fazer o saque

Trabalhadores poderão retirar o dinheiro a partir de 26 de julho até 30 de dezembro

Abono salarial 2016: 98 mil gaúchos ganham novo prazo para fazer o saque jean pimentel/Agencia RBS
Trabalhador da iniciativa privada deve fazer o saque na Caixa Foto: jean pimentel / Agencia RBS
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

Quem ainda não sacou o abono salarial de 2016 ganhou uma nova oportunidade. Após encerrado o prazo anterior no dia 29 de junho, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador autorizou a abertura de novo período para pagamento do abono salarial ano-base 2016.  Mais de 98 mil gaúchos têm dinheiro a receber, e o montante disponível para o Estado chega a R$ 71,1 milhões.

Os trabalhadores poderão retirar o dinheiro a partir de 26 de julho até 30 de dezembro. No país, quase 2 milhões de trabalhadores não sacaram o benefício, o que corresponde a 7,97% do total de pessoas com direito ao recurso. O valor ainda disponível chega a R$ 1,44 bilhão. Este é o terceiro ano consecutivo em que ocorre prorrogação. No ano passado, essa mesma medida foi tomada. Vale lembrar que o pagamento do benefício referente ao ano-base 2017 não foi alterado e também começará a ser pago no dia 26 deste mês. 

Leia mais
PIS/Pasep: veja como consultar se você tem direito ao abono salarial 2017
PIS/Pasep: saques dos fundos serão retomados em agosto; veja como conferir pela internet se você tem saldo a receber
PIS/Pasep: entenda a diferença entre abono salarial e saque de cotas dos fundos

 O valor que cada trabalhador tem para sacar depende de quanto tempo trabalhou formalmente em 2016. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é R$ 80.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial ano-base 2016 quem estava inscrito no PIS/Pasep pelo menos cinco anos antes, trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2016 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). 

Os trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita pessoalmente, pelo site do banco ou no telefone 0800-726-0207. Para os servidores públicos, a referência é o Banco do  Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pelo seu site e pelo telefone 0800-729-0001.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros