Alvorada terá estacionamento rotativo em setembro: comerciantes discordam da medida - Notícias

Versão mobile

 

Trânsito19/07/2018 | 07h00Atualizada em 19/07/2018 | 07h00

Alvorada terá estacionamento rotativo em setembro: comerciantes discordam da medida

Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana defende que medida vai democratizar espaço público

Alvorada terá estacionamento rotativo em setembro: comerciantes discordam da medida Félix Zucco/Agencia RBS
Pintura azul no meio-fio foi feita durante o final de semana Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Os comerciantes da Avenida Getúlio Vargas, entre as ruas Taimbé e Viamão, em Alvorada, foram pegos de surpresa pela novidade no local: os meios-fios pintados de azul e, no asfalto, marcações brancas. O motivo: a implementação do estacionamento rotativo na cidade. Até setembro, pelo menos 15 parquímetros serão instalados na área central, no trecho entre as paradas 44 e 52 (onde fica a empresa Soul) da avenida. Alvorada era a única cidade da Região Metropolitana a não ter o sistema.

Entre as principais reclamações dos moradores com relação à decisão estão a falta de segurança e a má situação das ruas da cidade. Segundo relatos, o roubo de automóveis é comum, principalmente nas ruas laterais – onde também haverá a cobrança.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

– Muita gente achou ruim. Não tem segurança, roubam direto carros aqui pelas redondezas. Se fôssemos pagar para ter mais segurança, tudo bem. Mas acho difícil – relata o estilista Adair da Silva, 60 anos.

Peso no bolso
O auxiliar de enfermagem Vanderlei Biachini, 33 anos, concorda e faz outro questionamento:

– A cidade está abandonada, as ruas estão péssimas, todas esburacadas, e querem colocar parquímetro?

Os trabalhadores também questionam os valores (veja no quadro ao lado). Apontam que, para quem precisa estacionar o carro todos os dias na avenida ou nas ruas laterais, o custo ficará alto. Vanderlei, por exemplo, trabalha de segunda a sábado, das 9h às 17h. Ele gastaria R$ 16 por dia com o estacionamento. 

Leia outras notícias de Alvorada

– Vai ficar um absurdo ter que pagar esse valor todos os dias. Vai valer mais a pena pagar um estacionamento – desabafa.

Nilton Francisco Fonseca, 72 anos, é proprietário de uma loja de eletrônicos na avenida. Ele também destaca a má situação das ruas da cidade:

– Tem gente que paga apertado as prestações de um carro popular. Como vão pagar mais o valor do parquímetro?

Os comerciantes contam que ficaram sabendo da implementação apenas pelas pinturas nas ruas, feitas no final de semana passado, e que não foram informados anteriormente. A maioria deles tampouco sabia dos valores que serão cobrados.

Para democratizar
O secretário municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Sergio Coutinho, explica que a medida é para democratizar os espaços públicos, pois muitos motoristas deixam os carros parados o dia inteiro. Além disso, segundo ele, haverá mais vagas para idosos e pessoas com deficiência e mais espaços para carga e descarga. 

– O rotativo é para que todos possam usar o espaço público e estacionar nas áreas centrais – declara.

O secretário afirma que a arrecadação com os parquímetros não será suficiente para melhorar a condição das ruas, mas que o dinheiro será utilizado para revitalizar a sinalização. Serão em torno de 980 vagas pela Avenida Getúlio Vargas e em ruas laterais.

Confira:
O funcionamento:

/// De segunda a sexta, das 9h às 18h. Aos sábados, das 9h às 13h.

Preços:
/// 30 minutos: R$ 1
/// Uma hora: R$ 2
/// Uma hora e meia: R$ 3
/// 2 horas: R$ 4

A multa:
/// O motorista terá 10 minutos de tolerância. Depois, será notificado e terá 48 horas para fazer o pagamento. Senão, deverá pagar multa de R$ 195,23, e receberá cinco pontos na carteira, conforme o Artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros