Confira o calendário de mudanças no pagamento de boletos - Notícias

Versão mobile

 

Suas contas27/07/2018 | 16h34

Confira o calendário de mudanças no pagamento de boletos

Sistema começou a ser implantando no ano passado e permite quitação de títulos vencidos em qualquer banco sem emitir segunda via

Confira o calendário de mudanças no pagamento de boletos Carlos Macedo/Especial
Pagamento de contas atrasadas será facilitado Foto: Carlos Macedo / Especial

De acordo com o mais recente calendário da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), termina em novembro deste ano a implantação da nova plataforma de cobranças no Brasil. Como principal vantagem, o sistema permite que boletos sejam pagos em qualquer instituição financeira mesmo após o vencimento

No modelo vigente – e que tira muitos pagadores do sério –, após a data limite, a quitação do título é possível somente no banco emissor, entrando na fila do caixa. Isso ainda ocorre para boletos com valores abaixo de R$ 800. Para documentos acima desse valor, desde 24 de março deste ano, já valem as facilidades oferecidas pela nova plataforma. 

Leia mais
Cobrança indevida no cartão? Saiba como resolver o problema
Use as novas regras do cheque especial para sair do vermelho
Restituição do IR, abono salarial e 13º: o que fazer com a grana

O calendário inicial da implementação terminava ainda em 2017. Segundo a Febraban, foi preciso adiar para este ano por causa do elevado número de boletos emitidos, cerca de 4 bilhões por ano. A migração continua gradual para o novo sistema, terminando em 10 de novembro (confira o calendário abaixo).

Mais do que o fim da segunda via

Para contar com as facilidades oferecidas, os boletos precisarão estar cadastrados na nova plataforma. Essa responsabilidade, segundo a Febraban, é do beneficiário do pagamento – a empresa que emite o título e que irá receber o dinheiro.

Além de o consumidor poder pagar o documento vencido em qualquer banco sem pedir segunda via, a mudança cria um comprovante de pagamento  mais completo, com detalhes como juros, multa e desconto, além das informações da empresa e do pagador. A plataforma tem cruzamento de informações e também identificação do CPF do pagador para inibir a tentativa de lavagem de dinheiro.

Cronograma do novo sistema

- Boletos a partir de R$ 800: desde 24 de março deste ano
- Boletos a partir de R$ 400: a partir de 25 de agosto
- Boletos a partir de R$ 100: a partir de 13 de outubro
- Boletos de qualquer valor: a partir de 27 de outubro
- Boletos de cartões de crédito, doações, entre outros: 10 de novembro

Tire as suas dúvidas


O que muda nos boletos?
Uma das mudanças é que um boleto vencido poderá ser pago em qualquer instituição financeira, o que hoje não é possível. Com isto, o pagador não precisará mais solicitar a emissão de segunda via do boleto.

Os boletos poderão ser pagos em qualquer canal mesmo vencidos?
Sim. Os boletos poderão ser pagos em qualquer canal de atendimento disponibilizado pelos bancos, mesmo vencidos, de acordo com o cronograma de aceitação/validação dos boletos mencionado anteriormente.

Há alteração nos horários limites de pagamentos?
Não. Os horários de pagamento de boletos não sofrerão alteração.

A nova plataforma traz aumento de custo?
Para o pagador, não haverá cobrança de tarifa pela emissão de boletos de pagamentos. Para os emissores, as tarifas são sempre negociadas entre as instituições financeiras e os seus clientes.

O consumidor terá de fazer o cálculo para pagamento de boleto vencido?
Não. O cálculo será feito automaticamente pelo banco via sistema, observados os parâmetros contratuais definidos pela empresa emissora do boleto de pagamento.

O que acontece se um mesmo boleto for pago duas vezes?
Isso não acontecerá, pois o sistema não irá aceitar pagamento em duplicidade.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros