Magali Moraes e as outras fontes de saúde - Notícias

Versão mobile

 

Coluna da Maga04/07/2018 | 10h00Atualizada em 04/07/2018 | 10h00

Magali Moraes e as outras fontes de saúde

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e as outras fontes de saúde Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Como você cuida da sua saúde? Come fruta e salada? Dorme bem? Faz atividade física regularmente? Tomara que sim. Mas existem outras maneiras de garantir vida longa. A forma como lidamos com as emoções também ajuda nosso corpo a funcionar direitinho. Se a cabeça tá bem, se o coração tá tranquilo, soma pontos pra saúde. Em alguns casos, faz parte tomar suplementos e vitaminas. Mas o quanto estamos repondo as amizades, risadas e pequenos prazeres da vida? 

Em vez de ler bula de remédio, não seria mais agradável ler os pensamentos de quem amamos? Ou um livro que nos distrai? Ainda não inventaram exame de sangue que mede as taxas de arrependimento, medo, tristeza, mágoa, frustração e tantos sentimentos que acabam com a gente. Um dia, a saúde vai nos cobrar por isso. Prestar atenção ao que sentimos deveria ser ensinado desde o jardim de infância. Muitas doenças do corpo são resultado de emoções varridas pra baixo do tapete, sabia?

Leia outras colunas da Maga  

Bem-estar

Cenoura faz bem pros olhos. E olhar uma paisagem linda, pegar a estrada, ver lugares diferentes? Comer um prato colorido é sinônimo de bem-estar. E botar mais cor nas paredes, alegrar vasos e almofadas, usar um batom vermelho que te convida a sorrir? Abrir as janelas pra ventilar a casa é um truque antigo que elimina bactérias e ácaros. E abrir a cabeça, arejar as ideias, mudar velhos hábitos, respirar novos ares? Beber água é outra fonte de saúde. Idem pra quem brinda (com água mesmo) as conquistas do dia a dia.

Só mais uma dica: evite as pessoas "nuvem negra" que adoram reclamar. Elas são contra-indicadas porque derrubam a sua motivação. Melhor conviver com quem te joga pra cima. Isso vale pra mim também. Escrever no DG é uma maneira de cuidar da minha saúde. Faz um bem danado fazer parte da sua vida. Cada coluna é uma terapia. Cada retorno é a oportunidade de conhecer novos leitores ou estreitar laços com quem eu já conheço. Obrigada pela companhia!     


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros