Magali Moraes e o segredo de toda receita - Notícias

Versão mobile

 

Coluna da Maga15/08/2018 | 10h00Atualizada em 15/08/2018 | 10h00

Magali Moraes e o segredo de toda receita

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e o segredo de toda receita Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Quarta-feira é dia de culinária no DG. Não faço ideia da receita que vão te ensinar, mas aposto que esqueceram de citar um ingrediente fundamental. Não é sal ou açúcar. O que faz toda a diferença na hora de cozinhar é o elogio! Ele é um fermento que se coloca na moral dos cozinheiros. É o acompanhamento que combina com qualquer prato. Cozinhar dá trabalho, sim! Exige tempo e dedicação. O mínimo que a gente pode fazer é reconhecer o esforço. E valorizar o talento. Elogios fazem valer a pena sujar as panelas.

Eu vou pouco pra cozinha. E quando vou, faço questão do elogio. Senão eu sumo de vez da frente do fogão. Minha tática é assim: eu mesma me elogio. A primeira garfada é o pretexto pra revirar os olhos e dizer "Bah, tá muito bom esse risoto, hein?!". Ai de quem contrariar. É a mistura de constrangimento com motivação pessoal. Sou uma cozinheira toda trabalhada no emocional. Faço sempre as mesmas coisas. Tenho foco e uma pitada de preguiça. Comeu da minha comida, tem que elogiar.

Leia outras colunas da Maga  

Panqueca

Importante dizer que eu também elogio quem cozinha lá em casa. A Dodô sabe que atravesso a cidade por uma panqueca. Uma, não. Chego atrasada, mas chego. Galinha com alho poró, carreteiro, estrogonofe, feijão novinho, aipim frito. Tudo que a Dodô prepara arranca sinceros elogios. De boca cheia até. As sobras do almoço são disputadas à noite. E no restaurante, o que fazer quando dá vontade de elogiar o tempero? Bem que podiam inventar uma nova plaquinha. "Visite nossa cozinha e elogie os cozinheiros".

Se você gosta de cozinhar, exija reconhecimento (ou deixe a turma passar fome). Se você gosta de comer, elogie sempre. Quem cozinha todo santo dia merece uma salva de palmas. O tempo que se gasta devorando a comida é muito menor que a função toda. Ah! Favor se oferecer pra limpar. E fica a dica pra quem divide o mesmo teto com a lava-louças. Copos, pratos e talheres não vão caminhando pra dentro da máquina.          


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros