Magali Moraes e os viciados em refri - Notícias

Versão mobile

 

Coluna da Maga29/08/2018 | 10h00Atualizada em 29/08/2018 | 10h00

Magali Moraes e os viciados em refri

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e os viciados em refri Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Você faz parte da turma? Afff… melhor rever seus hábitos. Quando abre uma Coca, por exemplo, você realmente acredita que está abrindo a felicidade? Só se fosse abrir a porta de casa pra receber amigos _ isso sim é ser feliz. Às vezes, me dá vontade de tomar uma guaraná geladinha. Eu tomo, mas a lata fica pela metade. E não é todo dia, nem toda semana. Quem é viciado em refri não se contenta com goles eventuais. Precisa estocar garrafa litrão. Mata a sede engolindo um mundaréu de açúcar junto. 

Seguido eu viajo a trabalho e pego o primeiro voo da manhã. Sempre me revira o estômago ver pessoas pedindo refri antes mesmo do sol nascer. Como pode aquele gás pesar tanto na barriga de uns e nem fazer cosquinha na pança de outros? Chamar de refri já induz ao erro. É um apelido carinhoso, passa proximidade. Parece até que essa bebida é uma amiga querida (amiga-da-onça, né). Presta atenção pra ver se você realmente precisa de refrigerante, se vai morrer se não tomar. 

Leia outras colunas da Maga  

Não desce

Pode ser um vício insuportável ou apenas força do hábito. Preguiça de fazer suco de frutas? Então toma água! Só pra variar. Coincidência ou não, os viciados em refri geralmente não conseguem tomar água. Dizem que não desce na garganta. Que não tem gosto de nada. O paladar açucarou. E se trocar refri por água com gás, pra ver se estufa igual? Sei bem o quanto é difícil tomar os famosos dois litros de água por dia. Sigo tentando. Será que os viciados ultrapassam fácil essa quantidade de refri?  

Não pensa que aqui em casa a família tá livre. Enquanto uma garrafa aberta de guaraná é esquecida na geladeira até perder o gás e ir pro lixo, as Cocas e Pepsis não esquentam lugar. Mas também tem um viciadinho em água, pra equilibrar. Ainda aprendo a tomar chimarrão, pra ver se assim eu consigo aumentar o consumo de água. Por enquanto, vou de chá e suco. Me conta como é na tua casa. O refri já ganhou essa batalha? Tem como repensar?  


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros