Conheça os projetos de escolas particulares finalistas do Prêmio RBS de Educação - Notícias

Versão mobile

 

Incentivo à cultura31/10/2018 | 07h00Atualizada em 31/10/2018 | 07h00

Conheça os projetos de escolas particulares finalistas do Prêmio RBS de Educação

Público poderá votar pela internet até o dia 9 de novembro

Conheça os projetos de escolas particulares finalistas do Prêmio RBS de Educação Reprodução/
Foto: Reprodução
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

Ultrapassar os muros da escola e levar atividades que estimulam a leitura ao grande público é uma baita vitória dos projetos finalistas do 6º Prêmio RBS de Educação. Os dez selecionados na categoria Escola Particular já são conhecidos e podem ser votados na internet por professores, alunos e sociedade em geral, no site premiorbsdeeducacao.com.br.

São propostas de ensino lúdico aos alunos por meio da literatura, para estimular valores como cidadania, preservação ambiental e ética _ além, é claro, de incentivar o prazer pelos livros. Estão contempladas instituições da Capital e Interior, com representatividade dos ensinos Infantil, Fundamental e Médio.  

Leia mais
Conheça os projetos de escolas públicas finalistas do Prêmio RBS de Educação
Rampa Portátil Móvel: Projeto muda o olhar dos alunos de Sapiranga sobre acessibilidade
Nicolas, 18 anos, apaixonado por astronomia, ávido leitor e estagiário!

São 10 finalistas na categoria escola pública e 10 em escola privada, que podem ser votados até 9 de novembro. Os vencedores em cada categoria levam o prêmio de R$ 5 mil, cada, e há premiação também para os demais melhores colocados. Os premiados serão conhecidos no dia 14 de novembro.

Nesta edição, foram inscritos 355 trabalhos de diferentes regiões do Estado, que foram avaliados por júri técnico. Todos os finalistas e vencedores desta edição terão seus projetos divulgados no dia 15 de novembro, a partir das 13h, no Centro Cultural Erico Verissimo, durante a 64ª Feira do Livro de Porto Alegre, que ocorre de 1º a 18 de novembro, na Praça da Alfândega.

Realizado pelo Grupo RBS e pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, tem o apoio técnico do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). A premiação tem como objetivo estimular práticas de mediação e incentivo à leitura em diferentes áreas do conhecimento, como literatura, matemática, artes e ciência.

Conheça os finalistas das escolas particulares:

Projeto "Árvores da Minha Escola" 

- Escola de Educação Infantil São Judas Tadeu, em Porto Alegre
- A proposta foi aproximar a criança da natureza, para que ela se reconheça como parte deste ambiente e se aproprie de suas responsabilidades como "cuidadora da natureza". Com leitura e experiências, foi trabalhado o desenvolvimento dos valores ambientais.

Possibilitar às crianças usarem a leitura e a natureza como fontes de aprendizado e serem elas protagonistas deste processo é motivo de muita satisfação para nossa escola. Receber o reconhecimento nos deixa extremamente felizes e honrados pela valorização. Nossa comunidade escolar está em festa!"

FERNANDA ASSIS

Professora responsável

Projeto "Bem-vindo ao Mundo do Pequeno Príncipe" 

- AVAEC Unidades Educacionais, em Veranópolis
- O projeto estimulou a leitura entre alunos e famílias e teve a realização de um júri simulado. Entre seus objetivos, estão a realização de práticas interdisciplinares, estímulo ao pensamento crítico e desenvolvimento da expressão oral. 

Sinto-me lisonjeada por ser finalista deste prêmio, representando meus alunos e a AVAEC. O prêmio é o reconhecimento de um trabalho realizado com amor e seriedade. É, ainda, a confirmação de que projetos assim fazem a diferença na vida de nossos educandos, sendo esta a maior conquista desse processo."

MAURA CORADIN PANDOLFO

Professora responsável

Projeto "Curta-circuito Literário" 

- Colégio Marista Pio XII, em Novo Hamburgo
- O projeto buscou estimular o hábito de leitura em estudantes de 4º ano do Ensino Fundamental ao propiciar momentos culturais, apreciar obras literárias, interpretá-las e produzir vídeos.

Acredito muito no estímulo à leitura e, com certeza, o uso da tecnologia potencializa esta vontade nos estudantes. Saber que podemos concorrer a prêmios como este, que reconhecem o nosso projeto e a produção dos estudantes, é muito significativo. Estar na final nos deixa muito felizes e emocionados."

GISÉLI LINDEMANN BUERGER

Professora responsável

Projeto "Fundamental é Mesmo o Amor!" 

- Escola de Ensino Fundamental Mosaico - Bilíngue, em Porto Alegre
- O projeto buscou ensinar às crianças a fruir literatura e atribuir aos textos significado, incentivar a empatia e as relações interpessoais, promover uma formação voltada à cidadania, refletir com base em valores morais e éticos e estimular atividades de cooperação, diálogo e respeito.

Ser finalista no primeiro ano de implementação do Ensino Fundamental em nossa escola nos faz ter ainda mais convicção de que estamos no caminho certo rumo a uma aprendizagem verdadeira, útil e significativa. Esse projeto, que insere o amor como forma de ler o mundo, foi sugerido por uma de nossas alunas e mostra que não podemos limitar as crianças ao currículo escolar: temos que guiá-las na descoberta dos sentimentos, incitar as emoções e o prazer por aprender."

PATRÍCIA NYSTROM FERNANDEZ

Professora responsável

Projeto "Julgamento da Leitura"

- Escola Sesi Ensino Médio Eraldo Giacobbe, em Pelotas
- O projeto buscou aprimorar a leitura em todas as áreas do conhecimento, fomentar a leitura crítica e o olhar sobre o cotidiano, o ser e a sociedade, além de expressar o saber, sentimentos e as discussões nos debates em sala de aula.

Foi através do protagonismo e sinergia dos alunos que o projeto aconteceu. É imensa a felicidade de todos pelo reconhecimento de tão honroso prêmio, nosso papel como educador e a entrega de um material riquíssimo para reflexão. Através da leitura nos divertimos, aprendemos, sonhamos. É o momento de descoberta de um mundo nas palavras contidas no livro."

RICARDO SILVA DOS SANTOS

Professor responsável

Projeto "Leitores e Escritores" 

- Colégio Marista Santa Maria, em Santa Maria
- Os alunos foram convidados a interpretar e a compreender o texto literário, construindo relações entre a essência textual e suas produções. Participaram de criação de ilustrações, estabelecendo conexões entre as imagens/ilustrações e o texto, resultando na produção de um livro.

Estamos imensamente felizes e honrados de sermos finalistas do 6º Prêmio RBS de Educação, pois sabemos a dimensão que esse reconhecimento possui. Premiações como essa são um disparador de incentivo para continuarmos promovendo transformações na escola a partir da mediação de leitura".

MARIA GORETI CORTES MENDONÇA

Professora responsável

Projeto "Literatura, Novelas e Tecnologia na Sala de Aula" 

- Colégio Marista Pio XII, em Novo Hamburgo
- O projeto possibilitou a leitura e a produção de diferentes gêneros textuais no espaço virtual, oportunizando a interação na construção ou desfecho da história.

Considerando as dificuldades em sala de aula em relação à prática da leitura, é necessária a busca por estratégias para despertar nos estudantes o interesse por textos literários, e a tecnologia pode ser uma grande aliada. Perceber que o projeto foi efetivo e incentivou o gosto pela leitura nos fez querer compartilhar com outros educadores, incentivando-os à inovação de suas práticas."

ANA CRISTINA MATTES

Ana Cristina Mattes

Projeto "No Universo da Sabedoria" 

- Escola Santa Mônica, em Pelotas
- O projeto buscou trabalhar o respeito, a valorização do idoso e a empatia através de diferentes gêneros textuais.

Estamos todos muito felizes e honrados com o reconhecimento do nosso trabalho. O projeto sempre buscou valorizar a figura do idoso na nossa sociedade, através de reflexão e vivências. O Prêmio RBS de Educação oportuniza a propagação desta ação em prol da cidadania, empatia e união familiar."

FABIOLA TERESA AGUILERA GODOY

Professora responsável

Projeto "O Museu na Sala de Aula" 

- Colégio Marista Pio XII, em Novo Hamburgo
- O principal objetivo foi aproximar os estudantes de espaços artísticos e culturais, induzindo ao reconhecimento da arte como parte da nossa história e ampliando o repertório cultural por meio da leitura.

É uma alegria imensa ver o projeto ganhando visibilidade e reconhecimento, difundindo a cultura e promovendo a leitura em todos espaços. As boas práticas ganham força quando compartilhadas, mostram que estamos em um movimento inovador e dedicado a formar leitores. Nossos estudantes são diariamente motivados ao protagonismo, mas agora estão se sentindo as estrelas de um show. E eles são."

CAROLINE FERREIRA SOARES

Professora responsável

Projeto "Voluntários da Leitura" 

- Escola de Ensino Fundamental Nossa Senhora do Brasil, em Porto Alegre
- O objetivo principal foi a desmistificação da leitura como atividade apenas de aprendizagem formal, ao oportunizar momentos de contato com as artes e a literatura e tornar os estudantes mediadores entre o leitor e o livro.

Ser finalista no Prêmio RBS de Educação é um grande diferencial para nossa escola, franciscana em sua essência. Ser premiada com este projeto tão importante para nossos estudantes comprova que estamos no caminho certo, prezando pela educação com o melhor que temos a oferecer."

SILVANA CORRÊA DA SILVA

Professora responsável


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros