Descida da Borges ocorrerá nesta quinta-feira e relembrará antigos carnavais - Notícias

Versão mobile

 

Xô, saudade10/10/2018 | 18h31Atualizada em 10/10/2018 | 18h31

Descida da Borges ocorrerá nesta quinta-feira e relembrará antigos carnavais

Três escolas de samba participarão de evento que faz parte da Festa Nacional da Música: Bambas, Imperatriz e Imperadores

Não realizado em 2018, o desfile de escolas de samba em Porto Alegre ainda tem a situação indefinida para o próximo ano. Como alento, os carnavalescos têm a oportunidade de matar a saudade dos sambas-enredos, do som das baterias e das apresentações dos grupos-show nesta quinta-feira (11), a partir das 19h. Como parte da Festa Nacional da Música, três escolas de samba participarão da Descida da Borges.

A primeira a desfilar será a Bambas da Orgia. Mais vezes campeã no Carnaval de Porto Alegre, com 20 títulos, a Azul e Branco iniciará seu desfile às 20h30min. Agora presidida pelo ex-mestre de bateria Nilton Deoclides, a escola traz como atrações o retorno de integrantes que marcaram época na entidade, como o intérprete Porto Alex, a passista Débora Macedo e o diretor de Carnaval Walmir Oliveira.

Leia mais
Loira misteriosa que aplica golpes em motoristas faz nova vítima em Porto Alegre
Os desafios das famílias que terão de sair da Ilha dos Marinheiros
Pacientes com Parkinson dançam em benefício da saúde

Na sequência, será a vez de Imperatriz Dona Leopoldina, campeã dos carnavais de 2010 e 2016, também repleta de novidades. O horário previsto de desfile é 21h15min. Fechando a noite, a última campeã, Imperadores do Samba, detentora de 19 títulos e que, em 2019, comemora seus 60 anos.   

O coordenador da Descida da Borges é Joaquim Lucena Neto, que criou o evento quando esteve na Coordenação de Manifestações Populares da Secretaria Municipal de Cultura.

— O povo do Carnaval está sedento por um desfile. As escolas farão de tudo para que o público veja que o Carnaval não morreu. O público vai tomar conta de toda a Borges de Medeiros. O Carnaval precisa deste evento, o Carnaval quer a Descida da Borges — afirma.

A realização dos desfiles oficiais ainda está ameaçada para o próximo ano. As entidades carnavalescas  buscam parcerias que garantam a estrutura do Complexo do Porto Seco. Diante dessa indefinição, cresce a importância da Descida da Borges.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros