Exame de Ordem da OAB: confira sete dicas de um candidato nota 10 - Notícias

Versão mobile

 

Advocacia17/10/2018 | 16h22Atualizada em 17/10/2018 | 16h22

Exame de Ordem da OAB: confira sete dicas de um candidato nota 10

Próxima edição do Exame, última deste ano, será em novembro, inscrições já estão encerradas

Exame de Ordem da OAB: confira sete dicas de um candidato nota 10 Caco Konzen/Especial
Exame é requisito para a inscrição do profissional nos quadros da OAB como advogado Foto: Caco Konzen / Especial

A aprovação no Exame de Ordem Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é uma das realizações na vida do bacharel de Direito. Não se trata de uma prova qualquer: passar é requisito para a inscrição do profissional nos quadros da OAB como advogado. A aprovação, para muitos, só vem após várias tentativas. Mas para um estudante de Direito da Capital, ela veio no primeiro Exame, e com nota máxima: 10.

No último semestre do curso na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Eduardo Inácio Assmann, 24 anos, conquistou a aprovação com a nota incomum. O exame da OAB pode ser feito por estudantes do último ano do curso, e este foi o caso dele. O fato de estar ainda na faculdade não o impediu de ter experiências. Aí, segundo ele, estaria a chave para a nota obtida.

Leia mais
OAB divulga resultado preliminar do 26º Exame de Ordem
Começam segunda-feira as inscrições para concurso na Secretaria da Fazenda
Concursos: mais de 850 vagas estão abertas no Rio Grande do Sul

– Eu comecei a estagiar em escritórios de advocacia quando estava no segundo semestre da faculdade. Só não comecei no primeiro semestre porque não é permitido ainda. Então, acho que isso foi decisivo para ir bem no exame – diz Assmann.

Exame teve três adições em 2018

O Exame de Ordem é realizado em nível nacional três vezes por ano, em duas fases. Na primeira, o futuro advogado é colocado diante de 80 questões objetivas, sendo preciso acertar pelo menos metade para seguir adiante. A segunda etapa desafia os candidatos em questões práticas, sendo totalmente dissertativa.  O resultado preliminar da segunda fase do 26º Exame e o padrão de respostas definitivo do teste foram divulgados dia 9.  

Eduardo Assmann obteve nota 10Foto:

O 27º Exame, último deste ano, já encerrou o período de inscrições. As provas da primeira etapa serão aplicadas no dia 18 de novembro. A etapa dissertativa será em 20 de janeiro. Em cada uma das fases, serão cinco horas para responder as perguntas, das 13h às 18h. Presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem e Conselheiro da OAB/RS, César Peres considera raro alguém tirar nota máxima no Exame que, para ele, é importante para a carreira.

– O Exame de Ordem é um filtro para que sejam admitidos na OAB apenas bacharéis que reúnam condições necessárias a preservar os bens da vida a eles confiados e para atuarem com a dignidade e a correção necessárias – defende o conselheiro.

27º Exame de Ordem Unificado 

Inscrições: Já encerradas
Valor da inscrição: R$ 260
Pagamento da taxa: até 25 de outubro
Primeira fase (Prova Objetiva): 18 de novembro
Segunda fase (Prova Prático-Profissional): 20 de janeiro de 2019
Informações:  o candidato pode obter informações referentes ao Exame pelo telefone 0800- 283-4628, pelo e-mail examedeordem@fgv.br ou pelo side do Exame

As sete dicas do bacharel nota 10

1 - Experiência anterior é importante. Estagiar na área faz o estudante ter contato desde cedo com questões que serão cobradas nas provas. Não deixe para a última hora.

2 - Realizar provas dos exames anteriores. Tentar estudar pelos conteúdos é uma armadilha, há muita coisa para ser revista. Pelas últimas provas, tem se um filtro sobre o tipo de questão cobrada. Faça o máximo possível de exercícios.

3 - Mantenha a calma na hora do exame, o conteúdo não é algo inédito para os futuros advogados, que tiveram cinco anos de faculdade. Quem fez o curso com atenção, compareceu às aulas, passou em todas as disciplinas, não será surpreendido. 

4 - Organização nos horários para estudo, ainda mais para quem está finalizando o curso de Direito. Muitos terão de dividir atenção com o trabalho de conclusão do curso. Já pense nisso, pelo menos, um semestre antes.

5 - Estratégia pode ser o pulo do gato. Eduardo deu atenção especial para a área de Ética e Legislação. Trata-se de um assunto que chega a merecer 10 questões na prova objetiva. Confira o número de questões que cada assunto recebeu nas últimas edições do Exame.

6 - Evite fazer rascunho na segunda etapa do Exame, que é dissertativa. Pode ser uma armadilha por causa do tempo necessário para passar a limpo antes de entregar. Faça com um pouco mais de atenção, mas escreva a versão final da  resposta.

7 - As duas etapas do Exame são cansativas. Portanto, faz parte das provas dormir muito bem na noite anterior. Eduardo preferiu não tocar nos conteúdos na véspera, e tratou de relaxar a mente.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros