Gurizada ganha festa para comemorar o Dia das Crianças na Lomba do Pinheiro - Notícias

Vers?o mobile

 

12 de Outubro12/10/2018 | 17h53Atualizada em 12/10/2018 | 18h10

Gurizada ganha festa para comemorar o Dia das Crianças na Lomba do Pinheiro

Mobilização da comunidade garantiu a alegria de centenas de meninos e meninas na zona leste da Capital

Gurizada ganha festa para comemorar o Dia das Crianças na Lomba do Pinheiro Robinson Estrásulas/Agencia RBS
João Inácio, Maiara, Davi e Dione ganharam presentes e passaram o dia brincando Foto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Centenas de crianças da Lomba do Pinheiro, zona leste de Porto Alegre, tiveram uma sexta-feira inesquecível. Com direito a refrigerante, pipoca, cachorro-quente e bolo à vontade, elas ainda ganharam brinquedos de presente pelo Dia das Crianças. Nem a chuva, que começou no meio da tarde, conseguiu esfriar a alegria junto à Paróquia Santa Clara de Assis, onde o evento foi realizado.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Quando os organizadores anunciaram a hora da entrega dos brinquedos e pediram que meninos e meninas formassem filas para receber os presentes, João Inácio Xavier, 12 anos, foi um dos primeiros a se posicionar, junto com os sobrinhos Dione Marques, 12 anos, Maiara dos Santos, 10, e Davi de Julho, oito.

– Agora, nós vamos brincar juntos. Tá muito boa a festa, queremos ficar mais um pouco. Ó, vamos guardar os brinquedos juntos, cuidar pra não perder – dizia o tio João aos sobrinhos para voltar à brincadeira.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 12/10/2018 - Um grupo de motoboys organizou uma festa para 500 crianças na Lomba do Pinheiro. (FOTO: ROBINSON ESTRÁSULAS/AGÊNCIA RBS)
Distribuição dos brinquedos foi um dos pontos altosFoto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Presentes
Cada criança ou responsável havia recebido antes um vale-brinquedo: os meninos tiveram direito a um carrinho, e as meninas ficaram faceiras com uma boneca. Os kits traziam ainda doces e balas. Essa função toda chamava a atenção de quem passava pelo número 4.444 da Estrada João de Remião em frente à paróquia. 

Leia também
"Sobre Marias e Terezas": curta-metragem filmado na Lomba do Pinheiro será exibido para moradores
Alunos da Lomba do Pinheiro fazem vaquinha para participar de campeonato de robótica em Pelotas

A celebração começou por volta das 14h, e a molecada corria de um lado para o outro, curtindo também brinquedos instalados no local como escorregador, piscina de bolinhas e cama elástica. De vez em quando, rápida parada para encher o copo de refrigerante e pegar outro cachorro-quente – com bastante molho e salsicha – antes de voltar para a folia. Aqueles que quiseram dar uma ajeitada no visual ganharam até corte de cabelo profissional. Adultos também curtiram, observando os pequenos.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 12/10/2018 - Um grupo de motoboys organizou uma festa para 500 crianças na Lomba do Pinheiro. (FOTO: ROBINSON ESTRÁSULAS/AGÊNCIA RBS)
Fila para os brinquedos infláveisFoto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Comunidade pegou junto
Apesar de promovida na Igreja Santa Clara, a festa do Dia das Crianças na Lomba do Pinheiro não caiu do céu. Ela só foi possível graças a uma mobilização que envolveu motoboys que trabalham na região, comerciantes e moradores, com a segurança garantia pela Base Móvel Comunitária da Brigada Militar, no outro lado da via. Um onda de solidariedade conquistou parceiros pelas redes sociais e pelo boca-a-boca dos motoqueiros e arrecadou cerca de 4,5 mil brinquedos em dois meses.

– Todos com quem a gente falou apoiaram a ideia da festa, entenderam quando a gente explicou a importância de fazer isso aqui para a comunidade. A festa uniu motoboys, empresários, a Brigada e a comunidade – explicou Ivan Robertos Dias, 43 anos, um dos organizadores.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 12/10/2018 - Um grupo de motoboys organizou uma festa para 500 crianças na Lomba do Pinheiro. (FOTO: ROBINSON ESTRÁSULAS/AGÊNCIA RBS)
Piscina de bolinhas para os menoresFoto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Outro motoboy, Moisés Dutra Guterres, 35 anos, também gastou pneu na Lomba do Pinheiro arrebatando apoiadores. As respostas que teve só aumentaram sua confiança de que muitas crianças ficariam felizes com a festa.

–Todo mundo no bairro me conhece, então temos uma relação de confiança. Eu aproveitava o meu trabalho de motoboy e já pedia ajuda para a festa. E todos abraçaram juntos.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros