Habitasul esclarece informações sobre regularização na Granja Esperança  - Notícias

Versão mobile

 

Cachoeirinha22/10/2018 | 21h22Atualizada em 22/10/2018 | 21h22

Habitasul esclarece informações sobre regularização na Granja Esperança 

Órgão enviou comunicado sobre valores e condições das casas

Habitasul esclarece informações sobre regularização na Granja Esperança  Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Moradores têm até o dia 12 de novembro para regularizar situação Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Sobre a reportagem publicada na segunda-feira (22) no Diário Gaúcho a respeito da regularização das casas na Granja Esperança, em Cachoeirinha, a Habitasul esclarece alguns pontos:

/// Para regularizar os imóveis, os moradores deverão pagar 10% de entrada do valor estipulado. Valor este que pode ser parcelado em 12 vezes.

/// O valor da parcela mensal não é fixo, depende da avaliação de cada imóvel. Em julho, o valor de entrada variava de R$ 9,6 mil a R$ 17,2 mil. Naquele mês, as casas residenciais variavam entre R$ 96.402,23 e R$ 147.028,38 e as comerciais entre R$ 113.314,18 e R$ 172.879,53. Não são os mesmos valores praticados hoje. Atualmente, é um preço mais alto, pois são corrigidos pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). Até o fechamento da edição, a Habitasul não havia divulgado os valores atuais.

/// Os preços não foram avaliados pela Habitasul e sim por peritos da Justiça, já que há um processo judicial correndo.

Leia também
Moradores da Granja Esperança seguem na luta para regularizar casas

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros