Magali Moraes: o que torna uma casa um lar - Notícias

Vers?o mobile

 

Coluna da Maga13/11/2018 | 12h22Atualizada em 13/11/2018 | 12h22

Magali Moraes: o que torna uma casa um lar

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes: o que torna uma casa um lar Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Semana passada, conheci uma casa que é pura inspiração. Por motivo de trabalho, fiquei o dia inteiro lá. Vi o sol chegar de mansinho e invadir os cômodos. Brilhar forte ao meio-dia e ir mudando de lugar. Depois se despedir trazendo a lua. Havia a combinação perfeita de gente bacana, alto astral e dedicação. Acho que a casa nos influenciou. Pensa num lugar que te abraça e te convida a sorrir. Fiquei horas tirando fotos, tendo ideias, querendo copiar cada detalhe. O que não daria certo.

Uma casa se torna um lar por causa de quem mora lá. Do jeito que essas pessoas vivem. Dos objetos que decidem se cercar. Das escolhas que fizeram. É o contrário do que mostram as revistas de decoração. Casa habitada tem calor humano, bagunça, cheiros e vozes. Tem louças antigas que pertenceram a alguém. Cacarecos trazidos de viagem. Muitas fotos espalhadas. Manta camuflando o sofá. Livros na estante. Copo na pia. Meia embaixo da cama (não que eu tenha visto).

Leia mais colunas da Maga

Tela

Mas essa casa tinha muito mais. O dono é artista plástico, e se expressar é com ele mesmo. Transformou portas e paredes em tela, não se contentou em pintar dentro do ateliê. E as frases escritas nos lugares certos? Pois é, tem outra artista na casa. O mais legal é que conheço o casal. Quando ele apareceu de tarde, ganhei abraço e visita guiada. Descobri o porquê das cores, enxerguei a linha do tempo da família, ouvi histórias por trás dos móveis, entendi desenhos e fotos, senti tudo pulsar mais forte. 

O que aprendi nesse dia? Que um lar é feito de verdades. E quanto mais os moradores estiverem dispostos a se revelar, mais vida o lugar vai ter. Isso, sim, dá pra copiar. Quarto não é só pra dormir, é pra sonhar. Sala é de estar bem. Cozinha tem afeto saindo do forno. Bilhete. Vaso com plantas. Abajur. Louças que já não formam um conjunto certinho. Alguma cadeira que range ao sentar. Lembranças por toda parte. Quer saber? Deixa teu coração decorar a casa.        


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros