Magali Moraes e os melhores presentes de Natal  - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga17/12/2018 | 07h00Atualizada em 17/12/2018 | 07h00

Magali Moraes e os melhores presentes de Natal 

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e os melhores presentes de Natal  Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

Essa é a semana de correria e preparativos pro Natal. Muita calma nessa hora! Senão você vai se estressar demais e gastar o que não deve. Cada um faz a sua parte pra que a ceia aconteça. Se o Natal for na sua casa, organize direitinho quem traz o quê. Assim as despesas não pesam tanto. O mesmo vale pra quem for passar a festa na casa dos outros. O dinheiro tá curto, mas boa educação vale ouro. E nada de ir embora sem antes ajudar a colocar tudo em ordem, hein!

A lista de presentes: precisamos falar sobre ela. Será que não dá pra diminuir essa encrenca? Combinar de só trocar beijos e abraços, em vez de pacotes? O espírito do Natal é a confraternização entre as pessoas. E isso não inclui necessariamente presentes. Esse ano, nem vai ter amigo secreto na minha família. Vamos curtir a ceia e agradecer o simples fato de estarmos juntos e com saúde. Quem disse que a felicidade precisa vir embrulhada em papel dourado e fita vermelha?

Leia mais colunas da Maga

E agora vem a participação dos leitores. Achou que não tinha? Capaz! Guardei uma história linda. E é justamente sobre os melhores presentes. A Vera Regina me contou de um Natal há 24 anos que a marcou pra sempre. Que mãe não se sacrifica pra comprar algo pros filhos? Os da Vera adoraram os presentes que receberam, mas queriam saber por que não tinha nada pra ela. A Vera explicou que o Papai Noel tinha outras pessoas pra ajudar. Foi então que um deles teve uma ideia.

O menino desceu na portaria e procurou no lixo alguma coisa pra dar pra mãe. Encontrou uma câmera fotográfica daquelas de antigamente, que alguém tinha colocado fora. Enrolou numa embalagem de presente, voltou fingindo surpresa e disse: "Olha, mamãe, o Papai Noel deixou pra ti!". Claro que a Vera se emocionou (eu também) e guarda até hoje esse presente. Entendeu o recado? A intenção é que vale. Use a imaginação, faça biscoitinhos, escreva bilhetinhos. Os melhores presentes são feitos com o coração. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros