Magali Moraes e a rainha melancia - Notícias

Vers?o mobile

 

Coluna da Maga09/01/2019 | 10h00Atualizada em 09/01/2019 | 10h00

Magali Moraes e a rainha melancia

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e a rainha melancia Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Só eu acho que melancia é a cara do verão? Bem geladinha, claro. Se existisse alguma votação pra escolher a fruta que mais combina com dias muito quentes e ensolarados, sem dúvida o meu voto seria pra ela. Melancia, a rainha! Foi comendo pedaços de melancia no trabalho que deu vontade de escrever essa coluna. Senti o gostinho do verão inesperadamente, sabe assim? Até a sua cor é linda. Por fora, verde rajada. Por dentro, a polpa avermelhada e pintadinha de preto.

Melancia refresca, alegra, anima. E é uma fruta barata. Um copão do seu suco mata a sede, hidrata e nos abastece de vitaminas. Uma fatia grandona faz a gente sujar as mãos e dar risada. Tenho lembranças maravilhosas do tempo de criança, comendo melancia com minhas primas e irmãos na casa de praia da vó. As sementes eram cuspidas na grama, pra ver se nascia uma árvore de melancia. Tenho até nome de personagem infantil que é famosa por devorar essa delícia: a Magali, da Turma da Mônica.

Leia mais colunas da Maga

Fundamental

Cada um tem as suas preferências, né? O que todo mundo deveria concordar é que fruta é fundamental em qualquer época. Bergamota é um clássico no sol do inverno, mas faz bem o ano inteiro. Melancia, maçã, morango e abacaxi parece que pedem uma passadinha na geladeira antes de comer. Banana lá em casa não tem estação definida, é sempre bem-vinda. Idem laranja e mamão. Não é à toa que eu tô ligadona nas frutas. Na virada do ano, cortei o açúcar. Agora elas são a única fonte de doçura.

Não é dieta maluca. É uma vontade de me alimentar melhor. De ser mais cuidadosa com a minha saúde. Preciso emagrecer, com certeza. Que seja a consequência de várias atitudes positivas que decidi tomar comigo mesma. Você também começou o ano querendo fazer diferente e se livrar de hábitos ruins? Vou escrever mais sobre isso, vai que motiva alguém. Estou há nove dias sem comer doce. Naturalmente, as porcarias diminuíram. Ainda está longe do ideal. Um dia de cada vez.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros