Manoel Soares quer saber por que Maju incomoda tanto - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Papo reto23/02/2019 | 07h00Atualizada em 23/02/2019 | 07h00

Manoel Soares quer saber por que Maju incomoda tanto

Colunista escreve nas edições de final de semana do Diário Gaúcho

Manoel Soares quer saber por que Maju incomoda tanto Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

A internet, por esses dias, ainda ecoava a chegada da Maju na bancada do Jornal Nacional. Alguns insistiam em dizer que a Glória Maria e a Zileide Silva já tinham sido apresentadoras do jornal antes da Maju, o que não é verdade. Zileide foi a primeira a entrar ao vivo no JN e a Glória apresentou o Fantástico por muito tempo, mas nenhuma delas desempenhou a função que a Maju estreou como primeira mulher negra. 

 Leia outras colunas de Manoel Soares   

Ouvi muitas pessoas dizendo que nada disso tinha a ver com cor da pele, mas com competência. Essa afirmação nos coloca em um dilema: ou em 50 anos nenhuma outra mulher negra foi competente o suficiente para apresentar o Jornal Nacional, ou existia um racismo estrutural que impediu que elas chegassem à bancada? 

Ter a Maju naquele lugar é importante para dizer à sociedade de pele clara que lugar de negras não é só na cozinha e nos serviços gerais. O que muitos de pele clara não entendem é que não adianta dizer que somos todos iguais se as oportunidades são diferentes. Seremos iguais quando você que está lendo for atendido por médicos negros, quando o gerente do banco for negro e quanto ao ver um grupo de pessoas negras na fila de um voo internacional não achar que é time de futebol.

Dever 

Admitir que existe racismo e que ele precisa ser vencido todo dia é um dever do branco que se recusa a falar sobre isso e critica negros quando falamos do assunto. Sério que temos que ser discriminados e ficar calados? Só porque esse tema aos seus ouvidos parece mimimi, respeito todas as opiniões. 

Mas, se este texto te incomodou, lamento informar, mas você está contaminado com o mesmo racismo estrutural que quer esconder a cor da Maju atrás da competência, Juntar as palavras "negro" e "competente" na mesma frase parece que dói em alguns ouvidos. A pergunta é: dói por quê?


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros