Candiota promove 23º Canto Moleque - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Piquetchê do DG18/03/2019 | 07h00Atualizada em 18/03/2019 | 07h00

Candiota promove 23º Canto Moleque

Festival amador de música nativista busca novos talentos gaúchos

Candiota promove 23º Canto Moleque Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Candiota/Divulgação
Festival reunirá 60 participantes este ano Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Candiota / Divulgação

Candiota realiza nos dias 22, 23, e 24 de março, no Ginásio Dario Lassance, o 23º Canto Moleque: onde começa o artista. O festival amador de música nativista busca novos talentos gaúchos. 

Cerca de 5 mil pessoas são esperadas no evento, que ainda terá shows dos Garotos de Ouro, Tchê Barbaridade e Joca Martins, além de exposição de artesanato e espaço cultural.

Sessenta artistas vão concorrer nas categorias mirim, juvenil e especial (adultos), inclusive cantores de Santa Catarina e Paraná, dos cinco aos 22 anos. Serão premiados os três primeiros lugares de cada categoria. 

O festival é conhecido por ajudar a promover novos nomes, como Priscila Olave Rodrigues, escolhida melhor cantora do Melhores do Ano da Música Regional Gaúcha de 2016, do Repórter Farroupilha, da RBS TV, e Luiza Barbosa Dias, atual participante gaúcha do The Voice Kids, que ficou em primeiro lugar do Canto Moleque de 2018. 

Segundo a Comissão Organizadora, a principal ideia é reunir esses talentos, divulgar o Estado e a cultura, especialmente, entre as crianças. 

Leia outras notícias do Piquetchê do DG

Aniversário 

Candiota está situada na metade sul do Estado, a 387 quilômetros da Capital e a 140 quilômetros de Pelotas. É a casa de muitos estrangeiros que vão ao município trabalhar por conta da termelétrica. O festival é uma forma, também, de apresentar a eles a versatilidade gaúcha.

— Muitos moradores são chineses, e eles são muito curiosos, adoram conhecer mais da nossa cultura — comentou a rainha da corte, Paola Langue. 

A programação faz parte do aniversário de 27 anos do município.

Valorização

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 13/03/2019 - Corte do 23º Canto Moleque, de Candiota, a rainha Paola Largue e a 1ª Princesa Renatha Moreira.. (FOTO ANDRÉA GRAIZ/AGÊNCIA RBS)Indexador: Andrea Graiz
Princesa Renatha Moreira e rainha Paola Langue são as responsáveis pela divulgação do evento Foto: Andréa Graiz / Agencia RBS

Engajados em localizar talentos locais, a organização do Canto Moleque fez uma etapa municipal em dezembro. 

O festival foi divulgado nas escolas e os alunos convidados a se inscreverem no concurso. Superando a expectativa dos organizadores, 150 jovens participaram e 12 foram selecionados. 

— Divulgamos o Canto nas escolas com objetivo de resgatar os moradores da cidade e descobrimos vozes lindas — explicou a princesa Renatha Moreira.

Transmissão

A Comissão Avaliadora será inédita, contando com cinco integrantes que ainda não participaram de avaliações do festival em anos anteriores. Serão avaliados diversos quesitos, entre eles, postura no palco e vocal. 

Haverá transmissão ao vivo pela fanpage “Canto Moleque”, no Facebook. 

Programação

/// 22 de março
13h às 18h: passagem de som dos intérpretes
20h: fase classificatória
23h45min: show Garotos de Ouro

/// 23 de março
13h às 18h: passagem de som dos intérpretes
19h30min: abertura oficial
20h: fase classificatória
23h45min: show Tchê Barbaridade

/// 24 de março
14h: tarde cultural 27 anos de Candiota
16h: recepção da Associação dos Cavaleiros de Candiota
17h: ato oficial 27 anos de Candiota
18h: final do 23º Canto Moleque da Canção
22h45min: show do Joca Martins
23h30min: divulgação dos resultados do festival

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros