Magali Moraes e a camisa de flanela xadrez - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga21/03/2019 | 10h56Atualizada em 21/03/2019 | 10h56

Magali Moraes e a camisa de flanela xadrez

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e a camisa de flanela xadrez Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Foi assim que me preparei pra chegada do outono quarta passada: tirei do armário uma camisa de flanela xadrez e vesti com toda pompa, como se fosse um vestido de gala. Não poderia ter escolhido companhia melhor. Um ventinho fresco apareceu, correspondendo à expectativa. Até chuviscou. Depois de meses de calorão, que alegria poder me aconchegar numa camisa de flanela xadrez. Se você só pensa nela em dia de São João, segue lendo que vou te mostrar um mundo de possibilidades.

A flanela é um tecido que abraça. É praticamente um carinho com punhos e gola. O xadrez é uma estampa que vive no mundinho da moda. Também é mais velho que andar pra frente. É comportado e, ao mesmo tempo, rebelde. Lembra do movimento grunge nos anos 90? Desde então o xadrez ganhou uma pegada roqueira e alternativa. É uma estampa previsível, mas que permite criatividade. Dá pra inventar mil looks com uma única camisa de flanela xadrez e fazer o guarda-roupa render.

Leia mais colunas da Maga

Transformar

O que veio primeiro? A ideia de usar flanela pra limpar superfícies delicadas ou de transformar esse tecido macio em vestimentas gostosas de usar? Tanto faz. Quando ela ganha a forma de uma camisa xadrez, se torna uma roupa democrática: todo mundo pode usar. Pensando aqui com meus botões, tem algo ainda mais atual numa camisa de flanela xadrez. Ela não tem gênero. É roupa de mulher e de homem. Ela não tem idade. Pode ser vestida por jovens, crianças, adultos, bebês e vovós estilosas.

Não sei se consegui te convencer a olhar com mais simpatia pra uma camisa de flanela xadrez. Muito menos a vestir uma. Mas é a cara do outono. É a manguinha que protege e dá pra dobrar, se esquentar. É um toque colorido nos dias de céu cinza. Aliás, é uma infinita combinação de cores. É deliciosa de usar especialmente nos finais de semana, quando o nosso único compromisso deveria ser com o conforto. Falando nisso, um ótimo fíndi pra você. Com ou sem camisa de flanela xadrez.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros