Magali Moraes pergunta: falta comunicação ou boa vontade? - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga28/03/2019 | 10h33Atualizada em 28/03/2019 | 10h33

Magali Moraes pergunta: falta comunicação ou boa vontade?

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes pergunta: falta comunicação ou boa vontade? Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

"Só peço pro Espírito Santo me dar o dom da palavra. Pra escolher a palavra certa. É tão fácil as pessoas entenderem errado." Leia de novo, por favor. Quem você acha que disse isso? E em que momento solene? Não foi um sábio no alto de uma montanha. Muito menos uma professora escolhida como paraninfa da turma, debruçada no seu discurso de formatura. Poderia ter sido um diplomata enviado a uma missão de paz, escrevendo o tratado decisivo que põe fim à guerra. Mas não.

Na verdade, foi uma conversa de elevador. Onde eu mais ouvi do que falei. Basicamente, concordei com um movimento de cabeça. A grande preocupação dessa mulher era ser compreendida sabe onde? Numa mensagem de WhatsApp!! Calhou de eu estar ali, testemunhando sua sofrência ao se comunicar. Ela franziu a testa, levantou a sobrancelha, tensionou todo o rosto. Olha que coincidência! E eu querendo escrever uma coluna justamente sobre a falta de comunicação entre as pessoas.

Leia mais colunas da Maga

Digitando…

O WhatsApp é o céu e o inferno. Nos obriga a responder rápido, sem pensar. Aquele Digitando… gera ansiedade. Uma resposta curta parece seca demais. Frases longas confundem. Cadê as vírgulas? Emojis nem sempre resolvem. Tudo pode ser mal compreendido. Lembra das aulas de português sobre interpretação de texto? Como fazem falta hoje em dia! E dê-lhe mandar áudio, na esperança que o tom de voz ajude a dar o recado. E, assim, cada vez menos se pratica a clareza da escrita.

Palavras precisam ser escolhidas, sim. Mas não como se fossem tomates em fim de feira, onde se cata o menos pior. Dica: leia em voz alta o que escreveu pra ver se faz sentido. Funciona se colocar no lugar de quem vai ler. Vale repetir ou perguntar se o outro entendeu. Sei bem como é difícil achar a palavra que sirva como uma luva. Que ela sirva como uma legging, o mais justinha possível! Já dizia o mestre Chacrinha: quem não se comunica se trumbica. É preciso se dedicar mais a essa comunicação.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros