Chega a 19 o número de casos de dengue no bairro Santa Rosa de Lima, na Capital - Notícias

Versão mobile

 
 

Saúde02/04/2019 | 20h47Atualizada em 02/04/2019 | 20h47

Chega a 19 o número de casos de dengue no bairro Santa Rosa de Lima, na Capital

No total, Porto Alegre tem confirmação de 24 casos da doença até 30 de março

Chega a 19 o número de casos de dengue no bairro Santa Rosa de Lima, na Capital Raquel Portugal/Fiocruz Imagens
Fêmeas do mosquito se infectam ao picar uma pessoa com o vírus Foto: Raquel Portugal / Fiocruz Imagens

Porto Alegre tem confirmação de 24 casos de dengue até 30 de março, informou ontem a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Do total, cinco são casos importados e 19, autóctones (contraídos na própria cidade). Os casos autóctones são todos do bairro Santa Rosa de Lima, na zona Norte, desencadeando ações integradas da prefeitura visando interromper ou diminuir a transmissão viral na região. Na edição de terça-feira (2) do Diário Gaúcho, foi mostrada a preocupação de moradores do bairro com relação à doença

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Os pacientes com confirmação de infecção fora da cidade têm histórico de viagem a Fernando de Noronha/PE (2), Belém do Pará/PA (1), Betim/MG (1) e Vitória/ES (1). Um caso importado de infecção por vírus chikungunya também foi confirmado na Capital, em paciente que viajou para o Rio de Janeiro. Os casos importados foram registrados em moradores dos bairros São João, Arquipélago, Vila Ipiranga, Santana e Ipanema (dengue) e Higienópolis (chikungunya).

Inseticida

Para conter a transmissão viral na Zona Norte, desde a confirmação do primeiro caso de dengue no bairro Santa Rosa de Lima a prefeitura, com coordenação da SMS, tem realizado ações integradas no bairro. De acordo com a gerente distrital de Saúde da Região Norte-Eixo Baltazar (GDNEB) Barbara Cristina de Azevedo Lima, mais de 800 residências foram visitadas por agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde. 

Leia também
Moradores da Morada do Vale II, em Gravataí, preocupam-se após caso de zika vírus ser diagnosticado em jovem
Fila para consulta com oftalmologista pelo SUS tem mais de 11 mil pessoas em Porto Alegre

A SMS já realizou no bairro 14 ações para pulverização de inseticida, que abrangeram 1.578 imóveis. O objetivo, explica o médico veterinário Luiz Felippe Kunz Júnior, é diminuir a população de mosquitos no bairro, com consequente diminuição do risco de contaminação de fêmeas (que se infectam ao picar uma pessoa com o vírus) e da continuação do ciclo de transmissão viral.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros