Magali Moraes comemora quatro anos de DG - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga17/04/2019 | 10h00Atualizada em 17/04/2019 | 10h00

Magali Moraes comemora quatro anos de DG

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes comemora quatro anos de DG Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O que você estava fazendo há exatos quatro anos? Eu estava lendo a minha primeira coluna no DG. Faceira da vida, rindo sozinha, sem acreditar nos meus olhinhos! Mostrando a página pra todo mundo. Já contei aqui que não sou jornalista, e sim uma publicitária apaixonada por escrever. Ser colunista de jornal era um sonho antigo, levemente frustrado e engavetado. De repente, aconteceu! O universo conspirou ao meu favor. Comecei só nas sextas e logo depois fui pra contracapa. 

Se entrar na casa de alguém uma vez por semana já cria proximidade, imagina entrar todas as segundas, quartas e sextas. O tal sonho virou um propósito. Pouco a pouco, fui entendendo a responsabilidade e o imenso prazer que é manter essa conversa contínua. Desde a primeira coluna, segui a intuição. Abri o coração e a minha vida, que é o mínimo que se faz pra criar laços sinceros. 566 colunas depois, ainda sinto um friozinho na barriga cada vez que mando o texto. Será que vai agradar?

Leia mais colunas da Maga

Confiança

Num aniversário, a melhor parte são os presentes. Há quatro anos eu ganho a confiança de vocês. Também ganho carinho, novos amigos, cartinhas, mensagens por e-mail e redes sociais. Gratidão é que chama? O DG é uma das poucas coisas nesse Estado que dão muito certo. E com a internet, ultrapassa fronteiras. Por isso, considero um privilégio fazer parte do dia a dia de tantas pessoas. E pertencer a uma equipe que acorda de manhã disposta a fazer a diferença na vida do leitor. 

Se eu quisesse colocar todos vocês dentro de um salão de festas pra comemorar, seria impossível. É muita gente linda pra ver e abraçar. Mas por aqui consigo subir num palco imaginário dessa festa, pegar o microfone e dizer (com a voz tropeçando na emoção): muuuito obrigada!! É demais ter vocês comigo nessa jornada. É uma honra estar junto no ônibus, no trem, no sofá de casa, no trabalho. Essas 566 colunas foram o aquece. Agora já dá pra dizer que a gente se conhece.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros