Jovem de 20 anos que estava desaparecida em Pelotas é encontrada morta - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Feminicídio31/05/2019 | 09h46Atualizada em 31/05/2019 | 09h46

Jovem de 20 anos que estava desaparecida em Pelotas é encontrada morta

 Karollaine Silva, 20 anos, havia sido vista pela última vez  no dia 21. Ex-namorado é o principal suspeito

Jovem de 20 anos que estava desaparecida em Pelotas é encontrada morta Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Karollaine tinha 20 anos e pretendia fazer o Enem neste ano Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

O corpo da jovem  Karollaine Silva, 20 anos, foi encontrado nesta quinta-feira (30) no município de Morro Redondo, a 44 quilômetros de Pelotas, de onde ela desapareceu no dia 21. De acordo com a Polícia Civil, o principal suspeito é o ex-namorado dela, que está preso desde o dia 24 por um flagrante por tráfico de drogas e por um mandado de prisão preventiva por outro caso de homicídio.

— Temos informações de que eles (Karollaine e o rapaz) vinham se encontrando. Ele é o principal suspeito do crime que, ao que tudo indica, foi um feminicídio — diz o delegado de Homicídios de Pelotas, Felix  Rafanhim.

De acordo com o delegado, o caso passará a ser investigado pela Delegacia de Polícia de Morro Redondo.

Leia mais
Caso Nicolle: Justiça realiza primeira audiência sobre assassinato de modelo
Quatro desaparecimentos que permanecem mistério no RS
Família procura há sete anos por adolescente grávida que desapareceu em Três Passos

Karollaine residia no bairro Fragata, em Pelotas. De acordo com a mãe, Miriam Silva, 35 anos, a filha saiu de casa no início da noite do dia 21 para acompanhar a prima Taila Kaiana, 27 anos. Elas seguiram até o apartamento de outra familiar, que fica próximo de casa.

Já a prima, disse que a jovem ficou com ela até as 20h15min, em um cabeleireiro. Nesse horário, Karollaine disse que iria encontrar  uma amiga. A jovem teria retornado ao apartamento onde estava a prima por volta das 21h30min.

Depois disso, teria dito que aguardaria na frente do prédio, com a amiga. No entanto, quando saiu do cabeleireiro, às 23h30min, a familiar relata que não encontrou mais a jovem. O último local em que ela foi vista é a Rua Irmão Gabino, no mesmo bairro onde morava com a mãe e um irmão.

Três dias depois, o desaparecimento de Karollaine  foi registrado pela família na Polícia Civil. Na mesma data, um jovem de 21 anos com quem Karollaine mantinha relacionamento foi preso em flagrante pela Brigada Militar por tráfico de drogas, também em Pelotas. Segundo a Polícia Civil, ele tinha ainda mandado de prisão por homicídio e vinha sendo procurado.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros