Dia de Santo Antônio: veja como será a festa na Capital - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Comemoração religiosa12/06/2019 | 16h29Atualizada em 13/06/2019 | 07h50

Dia de Santo Antônio: veja como será a festa na Capital

Cerca de 100 mil fiéis devem passar pela paróquia de Santo Antônio, na Capital, nesta quinta-feira (13). Durante o dia, serão realizadas missas e procissões

Dia de Santo Antônio: veja como será a festa na Capital Júlio Cordeiro / Agência RBS/Agência RBS
Altar já está prepara para chegada dos fiéis Foto: Júlio Cordeiro / Agência RBS / Agência RBS

Quem passar pela paróquia de Santo Antônio nesta quinta-feira (13), receberá, além das bênçãos, um carinho no estômago. Isso porque os tradicionais pães doados para os fiéis já se acumulam na sacristia. Conforme o frei Luiz Turra, pároco da igreja há 12 anos, são mais de 100 mil unidades prontas a serem distribuídas aos frequentadores durante os festejos, realizados no templo que fica no bairro Partenon, zona leste de Porto Alegre

Leia mais
Trabalho na Região Metropolitana de Porto Alegre: há mais de 2 mil vagas abertas
São Jorge: confira as festividades em homenagem ao santo na Capital e em Canoas
Confira as celebrações a Nossa Senhora do Trabalho na Capital

Entretanto, o quesito alimentação não para por aí. Para receber as cerca de 100 mil pessoas, conforme expectativa da organização, que devem passar por alguma das 13 missas ou três procissões realizadas durante o dia do santo, tortas também estão sendo preparadas. Na manhã desta quarta-feira (12), enquanto poucos fiéis se intercalavam no templo para rezas, orações e agradecimentos, mais de 20 pessoas corriam pela cozinha, em um bloco anexo. O trabalho de confeitaria é todo feito voluntariamente.

A expectativa é de que as 110 tortas recheadas preparadas ali sejam todas vendidas na praça de alimentação local ao longo da quinta-feira de comemorações. Enquanto as mãos ágeis de voluntários e voluntárias espalhavam o creme de ovos sobre o pão de ló, o olhar atento de frei Luiz demonstrava satisfação com o sucesso na organização de mais um festejo anual.

— Ainda teremos uma novidade este ano. Construímos uma área coberta na parte externa, onde poderemos receber melhor os visitantes. A praça de alimentação também ficará neste local — explica Luiz. 

Voluntários são os responsáveis pela confecção das tortas que serão vendidas na festaFoto: Júlio Cordeiro / Agência RBS

Hora em hora

As missas em comemoração ao dia de Santo Antônio começam cedo. Às 7h ocorre a primeira celebração. Depois, os encontros seguem de hora em hora até as 20h. As missas são realizadas no templo do bairro Partenon. Porém, em três momentos do dia, procissões também fazer a comemoração se movimentar pela cidade. A primeira procissão é às 10h. Outra caminhada ocorre às 15h. Nestas duas ocasiões, os fiéis recebem a bênção da saúde na chegada ao templo. A terceira e última trilha será às 20h. É a mais esperada, por ser uma procissão luminosa. Nesta procissão, além da benção da saúde, os devotos também têm suas velas abençoadas na chegada à igreja. 

— Somente na procissão luminosa, esperamos de 30 mil a 40 mil pessoas — projeta o pároco Luiz Turra.

Para o encontro deste ano, o frei deixa uma mensagem para quem acompanha Santo Antônio, reconhecido por diversas causas, como "santo casamenteiro" e também protetor das crianças, por exemplo:

— Há uma grande intenção de que em todas as celebrações desta quinta-feira, façamos um mutirão pelo país, pedindo um rumo de desenvolvimento. Santo Antônio é santo de todos, por isso, vamos pedir pelo Brasil também.

Frei Luiz Turra pede por "mutirão pelo país" nesta quinta-feiraFoto: Júlio Cordeiro / Agência RBS

Pão dos pobres

Além da paróquia na Zona Leste, a Fundação Pão dos Pobres também realizada festa para o santo nesta quinta. Na sede da entidade, no bairro Cidade Baixa, serão realizadas missas e distribuição de pãezinhos durante os intervalos das celebrações. Haverá almoço e praça de alimentação no local.

Visitantes vêm de diversos pontos

Na manhã desta quarta, enquanto caminhava pelo bairro, a bibliotecária Fernanda Müller, 33 anos, resolveu conhecer a paróquia de Santo Antônio. Moradora de Rio Grande, na região sul do Estado, Fernanda está visitando amigos na Capital e resolveu conhecer o interior da igreja, que chama atenção de quem passa pela Rua Luís de Camões. Como está grávida, ela também ficou interessada por Santo Antônio ser conhecido por sua proteção as crianças:

— O templo é lindo, acredito que será uma bela festa amanhã (quinta-feira).

A professora Cristina Ferreira, 57 anos, também tem apreço por Santo Antônio. Seu filho, aliás recebeu o nome de Antônio. Ela e a amiga, a dona de casa Maria da Graça, 57 anos, vieram do bairro São Geraldo para conferir os preparativos da festa ontem.

— Todos os anos eu venho nas primeiras missas do dia. E amanhã (quinta-feira) não vai ser diferente — compartilha Maria.

Veja a programação completa 

Paróquia de Santo Antônio (Rua Luís de Camões, 35 - Partenon)

/// 7h às 20h: missas de hora em hora.

/// 10h e 15h: procissão com bênção da saúde na chegada à igreja.

/// 20h: procissão luminosa com bênção da saúde e das velas na chegada à igreja.

/// No mês que vem, um almoço festivo de Santo Antônio também será realizado. É no dia 7 de julho.

Fundação Pão dos Pobres (Rua da República, 801 - Cidade Baixa)

/// 10h, 14h, 16h e 18h: missas realizadas no templo local.

/// Haverá distribuição de pães nos intervalos das missas.

/// 12h: almoço com carreteiro de charque, feijão campeiro e saladas.

/// No local, tendas de alimentação e bazar estarão disponíveis.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros