Veja quem deve procurar a Caixa para renegociar dívida de financiamento habitacional - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Casa Própria06/06/2019 | 15h39Atualizada em 06/06/2019 | 15h39

Veja quem deve procurar a Caixa para renegociar dívida de financiamento habitacional

Instituição financeira apresentou facilidades para regularização de pendências da casa própria

A Caixa Econômica Federal lançou na quarta-feira (5) uma campanha de renegociação para os mutuários da casa própria que estão com prestações atrasadas. O banco espera que a iniciativa alcance cerca de 600 mil famílias que já acumulam dívida de R$ 101 bilhões.

Somente no Rio Grande do Sul, existem 42.261 financiamentos habitacionais em atraso. A campanha pode beneficiar famílias com até, em média, seis prestações em atraso. O banco não promete desconto no valor da prestação, mas estará na mesa de negociação a possibilidade de perdoar juros de mora, por exemplo. 

Leia mais
Uso do cartão pré-pago cresce 66% no país, veja se a opção de pagamento é a ideal para você
Caixa lança campanha de renegociação de dívidas com descontos de até 90%

Não existe, entretanto, um número mínimo de parcelas atrasadas para que se tenha acesso às facilidades. De acordo com a instituição, mesmo aqueles que ainda não entraram na inadimplência poderão se mobilizar.

— A Caixa está aberta também para a consultoria financeira. Se a pessoa está vendo que a situação caminha para atraso de uma ou mais parcelas, pode nos procurar. Junto com o cliente, vamos elencar possibilidades, ajustes, ver se tem como usar o FGTS (Fundo Garantia do Tempo de Serviço). Às vezes, um ajuste simples, como na data de vencimento, já faz grande diferença — afirma Marcos Tavaniello, superintendente regional da Caixa em Porto Alegre.

Condições variam de acordo com o cliente

A instituição deixou claro no anúncio do programa — que também divulgou novas taxas de juros para futuros contratos — que as possibilidades de renegociação não são iguais para todos. Quando o mutuário apresentar sua situação, será feita uma análise do caso. 

— O mais importante é que o banco sinaliza com esse programa que está mais flexível para negociar com os clientes nessa situação. Esse movimento é importante e os mutuários devem aproveitar — diz o especialista em mercado imobiliário Marcelo Prata, fundador da Resale, plataforma digital para venda de imóveis. 

Além de ir diretamente às agências, os clientes interessados poderão receber atendimento pelo telefone 0800-726-8068 (opção 8), pelo site criado para essa renegociação, nas redes sociais da Caixa no Facebook e Twitter, no App Caixa Habitação, Internet Banking Caixa, além das agências.
 

As opções que podem ser dadas aos clientes

  • Pagar à vista um valor de entrada e incorporar as parcelas atrasadas nas próximas prestações a vencer até o fim do prazo contratual.
  • Utilizar o saldo da conta vinculada do FGTS para reduzir o valor da prestação, conforme regras do Fundo.
  • Alterar a data de vencimento da prestação.
  • O cliente que não se enquadrar nos critérios anteriores pode procurar uma agência da Caixa para verificar a possibilidade de acordo.

Ainda não é assinante? Assine GaúchaZH e tenha acesso ilimitado ao site, aplicativos e jornal digital. Conteúdo de qualidade na palma da sua mão.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros